RADIO TAJENOJE

Mar 4, 2011

JEOVÁ-ROHÍ: O SENHOR CUIDA DE MIM

JEOVÁ-ROHÍ: O SENHOR CUIDA DE MIM
Salmos 23

Introdução
Eis aí o Salmo mais conhecido em todo o mundo... o mais lido, o mais recitado de todos...
Mas, será que todas as pessoas que conhecem o Salmo 23, conhecem também o Pastor do Salmo?
Pois, é somente para esses que a promessa se aplica.
Certa vez um crente muito famoso foi participar de um culto no domingo de manhã em uma igreja na Escócia. Como era famoso, foi pedido que ele recitasse o Salmo 23. Ele concordou. Recitou com muita graça e perfeição. A congregação ficou impressionada com a sua declamação. Em seguida, alguém lá dos bancos da igreja, pediu que o pastor também recitasse o mesmo salmo. Humilde, o pastor foi, e recitou o salmo com grande sentimento. Quando terminou, a congregação tinha lágrimas nos olhos, tamanha a emoção sentida. O culto terminou e alguém, muito amigo, perguntou àquele crente famoso, se ele havia notado o efeito diferente que as duas declamações do Salmo 23 tinham tido sobre o povo. Por um momento, o irmão famoso, guardou silêncio e depois, reconheceu com muita humildade: “Sim, eu notei a diferença e a diferença é que, eu conheço o salmo, mas ele conhece o Pastor”.
O salmista Davi teve a plena convicção de quem era o Senhor para ele...
Como ele diz aqui, “Jeová Rohi” – expressão hebraica, traduzida por “o Senhor é o meu Pastor... Davi conhecia o Senhor Deus como pastor... o seu pastor.
Irmãos, nós precisamos conhecer a Deus também por este ângulo...
É muito importante saber que o Senhor é o nosso Pastor.
Porque como tal, Ele sempre nos guia pelo caminho certo...
Ele nos defende do inimigo com a Sua vara...
Ele nos puxa para mais perto de Si com o Seu cajado, ora para nos acariciar e para também, quando necessário, nos disciplinar...
Ele não nos deixa desidratados, pois nos leva às águas de descanso...
Ele não nos deixa desnutritos, porque comemos dos seus pastos verdejantes (Salmo 23).
Enfim, Jeová Rohí nos apascenta, nos cura, nos faz repousar... o Senhor nosso Deus é, verdadeiramente, o Bom Pastor! A Ele toda a glória! Aleluia!
Agora, para que possamos nos beneficiar das verdades contidas neste Salmo, nós também precisamos ter a mesma certeza, a mesma convicção que Davi teve...
A convicção de que somos ovelhas do Senhor e que Ele é o nosso Pastor...
Precisamos ter uma convicção que nos leve a dizer “Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu” (Ct 6.3) – uma convicção tal que sejamos levados a dizer: “O Senhor é o meu Pastor”.
Porque todo este Salmo só é real, só faz sentido, para pessoas, que por assim dizer, tornaram-se ovelhas, e Deus o Pastor delas.
...há duas questões que precisamos verificar... a primeira questão é:
1. O Salmista Declarou Ser Ovelha do Senhor
Você já se certificou de ser ovelha do Senhor?
A maneira de você se certificar de ser uma ovelha de Deus, isto é, uma pessoa que pertence a Deus e que é guiada e cuidada por Ele,  é verificando se o seu coração, traz as marcas do Senhor, como o seu legítimo dono.
Porque todo rebanho tem a marca do seu dono... elas ficam tatuadas no couro... são gravadas a ferro quente... estão lá, para certificar que aquele animal é de propriedade deste ou daquele senhor.
Apóstolo Paulo declarou aos gálatas: “...trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus” (Gl 6.17).
Para você dizer “O Senhor é o meu Pastor”, você precisa ter se tornado ovelha dEle.
Aí, então, poderá declarar: “Jeová Rohí – O Senhor é o meu Pastor”.
E é tão bom saber disso... é tão animador... é tão confortante, que o salmista Davi resumiu tudo dizendo assim: “Nada me faltará”.
...essa é a segunda questão e que precisamos compreender bem:
2. O Salmista Declarou Que Nada Iria Lhe Faltar
Hummm!!! No nosso dia-a-dia, costuma faltar tantas coisas: as vezes falta dinheiro, falta trabalho, faltam amigos, falta gasolina, falta gás, luz, pó de café, açúcar...
Para algumas pessoas, falta namorado... para outras, falta juízo... para outras, falta paciência... enfim, no dia-a-dia é bastante comum passarmos falta de muitas coisas.
Sempre que eu penso nas coisas que faltam, me recordo do homem lá do campo, matuto, muito prosador, dizendo pro outro: "pois lá em casa é assim, ó... é uma fartuuura: Farta arrojo, farta fêjão, farta óio...".
Meus irmãos, será que o salmista Davi exagerou na declaração que fez?
Será que esta parte da Bíblia "nada me faltará" significa mesmo "nada me faltará"?
Sendo Deus o nosso Pastor, o que é que não vai faltar para nós?
Lendo o v.2, aprendemos que, em primeiro lugar, como Bom Pastor que é, Deus não deixará que nos falte o Seu cuidado.
Aqui no v.2 está escrito, que Jesus sempre levará as Suas ovelhas a pastos verdejantes, a águas tranqüilas e a um bom descanso a fim de que o vigor delas, a força delas, seja restaurada.
Então, veja: este pastor, que o Senhor Deus é, cuida com muito zelo de cada ovelha do Seu rebanho... Aleluia!
Ah! então, quando diante de nós for colocado um desafio novo... quando diante de nós for estendido um caminho nunca pisado antes... óh! Igreja – rebanho do Senhor, saibamos disto: Nada nos faltará... a começar pelo cuidado de Deus!
Imagina isto: uma ovelhinha pisando em terreno novo... ela nunca esteve ali antes... nunca caminhou por aquele campo... não sabe onde beber água nem onde repousar à sombra...
Mas ela diz: “Jeová Rohí - o Senhor é o meu pastor e nada me faltará... Não vai me faltar o cuidado de Deus”. Aleluia!!
Outra coisa que Jesus não deixará que falte às Suas ovelhas, é a direção.
Igreja: Deus mesmo é quem guia as Suas ovelhas...
O v.3 diz que Jesus guia as Suas ovelhas nas veredas da justiça, isto é, pelos caminhos certos.
Irmãos, como rebanho dirigido pelo próprio Senhor, guiado pelo próprio Deus, nós nunca entraremos num beco-sem-saída, nós nunca ficaremos perdidos – porque o Senhor nosso Deus, somente nos guia por veredas da justiça. Oh! Glória!!
O v.4 fala que a ovelha de Jesus, mesmo quando andar pelo vale escuro, onde a morte está bem perto, ela não temerá o perigo, porque o Senhor estará ali com ela!
Portanto, esse verso diz que o Senhor não deixará faltar orientação nenhuma ao Seu rebanho, porque Ele mesmo, estará com cada uma das Suas ovelhas.
Veja que maravilha: a ovelhinha indo adiante, explorando o pasto ainda desconhecido, pisando em terreno novo... ela não sabe onde há possíveis buracos, nem espinhos...
Mas, amados, essa ovelhinha diz: “Jeová Rohí - o Senhor é o meu pastor e nada me faltará”. Aleluia!!
Eu e você, podemos crer: quando formos adiante, quando tivermos que pisar em terreno novo, repleto de coisas desconhecidas, Deus não deixará que nos falte a Sua direção! Aleluia!
Outra coisa que o Senhor, nosso Bom Pastor, não deixará faltar às Suas ovelhas, é: a Sua Presença.
As ovelhas, o salmista Davi sabia, elas estavam sempre sujeitas a cair num vale... estavam também sempre sujeitas aos ataques de animais ferozes, e por serem muito frágeis, então, necessitavam de defesa e de proteção constantes.
Um dos fatos mais estranhos com relação às ovelhas, é que são animais extremamente sensíveis... é quase impossível fazer com que uma ovelha se deite, a menos que se satisfaçam quatro condições: que elas estejam plenamente tranqüilas... sem temores... que não hajam atritos com outras ovelhas... que não hajam moscas importunando... e que não estejam com fome.
Enfim, uma ovelha somente se deitará se ela estiver em plena segurança, sem temores, sem tensões e sem fome.
Pois ouça: pessoas que são ovelhas de Jesus, não deixaram de ser pessoas comuns e frágeis, mas, porque agora são do rebanho de Jesus, (elas são alvo predileto do diabo – sofrem ataques).
Mas ouça: força sobrenatural, essa ovelhinha perseguida, exclama: “...não temerei perigo algum, pois Tu estás comigo... Jeová Rohí - o Senhor é o meu pastor e nada me faltará”.
Ah! é lindo o momento em que Davi, diz neste Salmo 23, “Tu estás comigo!”
Porque nada tranqüiliza mais uma ovelha do que a presença do pastor junto a ela.
Assim se dá com o rebanho de Deus, irmãos: a presença de Deus tira o medo, tira o pânico, tira o receio do desconhecido.
Poir afirmemos a presença de Deus conosco... como fez o salmista, vamos também declarará-la...
E que ouçam os nossos inimigos... que ouçam todos os espíritos de medo, de pânico, de intranqüilidade... que todos ouçam em alto e bom som, o que nós afirmamos: O Senhor nosso Deus está conosco – Jeová Rohí é o seu nome e de nada, de nada, de nada mesmo, teremos falta. Aleluia!!!
Conclusão
Ah! Vale a pena fazer parte do rebanho de Deus, porque Ele realmente é o Bom Pastor:
Porque, Ele não deixará que falte às Suas ovelhas, o Seu cuidado.
Não deixará que falte às Suas ovelhas, a Sua direção.
Também não deixará que falte às Suas ovelhas, a Sua presença.
Por isso, ovelhinhas lindas de Jesus, estufemos o peito, tomemos fôlego e declaremos com alegria e cheios de fé: "Jeová Rohí - O Senhor é o meu pastor e nada me faltará".
Amém!
Pr Walter Pacheco da Silveira,