RADIO TAJENOJE

Mar 25, 2011

ANGELOLOGIA Estudo dado pelo Evangelista Rodrigo Machado, Na Igreja Tabernáculo de Jesus Nova Jerusalém

ANGELOLOGIA

(A DOUTRINA DOS ANJOS)

INTRODUÇÃO

anjo_14 (1)

DEFINIÇÃO

A palavra anjo, quer extraída do hebraico mal’ak do Antigo Testamento ou do grego angelos do Novo Testamento, significa “mensageiro”. Os anjos santos são mensageiros de Deus, enquanto os anjos decaídos são mensageiros de Satanás – “o deus deste mundo”.

Dividiremos o assunto de Angelologia em dois capítulos:

1o Cap.– A ORIGEM, A NATUREZA E A QUEDA DOS ANJOS.

2oCap.- A CLASSIFICAÇÃO, E O DESTINO DOS ANJOS.

10 Capítulo A ORIGEM, A NATUREZA E A QUEDA DOS ANJOS.

A ORIGEM DOS ANJOS.

Os anjos não existem desde a eternidade, eles foram criados por Deus no momento de sua criação ( Ne.9:6 - Sl.148:2; Cl.1:16 ). A bíblia não indica com precisão em que parte foram criados, mas podemos entender que isso deve Ter acontecido imediatamente após Ter criado os céus e antes de Ter criado a terra, segundo podemos ver em Jó 38:4-7 – Gn.1:1; 2:1. Não podemos também definir número, mas sabemos que um "exercito" compreende grande quantidade, uma 1"legião" compreende um número grandioso ( Dn.7:10; Mt.26:53; Hb.12:22 ). Deus certamente criou todos de uma só vez, pois os anjos não tem capacidade de propagar-se como o homem ( Mt.22:30 ).

A palavra original correspondente no grego é ( a g g e l o z = angelos ), é usado tanto para mensageiros humanos ( I Rs.19:2; Lc.7:24 e 9:52 ), quanto divinos.

- EXPRESSÕES USADAS PARA SE REFERIR AOS ANJOS:

  • Filhos de Elohim{Deus}( Jó.1:6 e 2:1; Sl.29:1; 89:6).
  • Santos ( Sl.89:5-7 ).
  • Vigias ( Dn.4:13, 17, 23 ).
  • Espíritos ( Hb.1:14 ).
  • Principados, poderes, tronos, dominações e autoridades ( Cl.1:16; Rm.:38; I Co.15:24; Ef.6:12; Cl.2:15 ).
  • Arcanjos ( I Ts.4:16 e Jd.9 ).

5.1. b - COLETIVOS USADOS PARA OS ANJOS:

  • Congregação/ assembléia ( Sl.89:6,7 )
  • Hostes/ Senhor das hostes ( Lc.2:13; Ef.6:12; Hb.12:22 )

- TESTEMUNHOS À ORIGEM E EXISTENCIA DOS ANJOS:

  • Cristo comprovou a existência dos anjos ( Jo.1:51 ).
  • O Apóstolo Paulo também testemunhou ( Gl.1:8 ).
  • O próprio Satanás falou dos anjos ( Mat.4:6 ).
  • O Apóstolo João falou mais de 60 vezes no livro de Apc. ( Apc.1:1 ).

Anjos, então, foram comprovados pelos escritores da Bíblia e pelo próprio Jesus Cristo, como sendo reais. Apesar de toda confusão de todos os tempos, não podemos negligenciar esta grande doutrina – Angelologia.

1 "LEGIÃO OU TROPA" – ENTRE OS ROMANOS CONSTAVA APROXIMADAMENTE 6000 HOMENS.

2 "FILHOS DE DEUS" -ENFATIZA SUA CRIAÇÃO POR DEUS ( CL.1:16 ).

3 "ESPÍRITOS" - ENFATIZA SUA NATUREZA INCORPÓREA.

O PROPÓSITO DE SUA ORIGEM:

  • Os anjos foram criados para darem glória , honra e ações de graça a Deus.
  • Os anjos foram criados para adorarem a Cristo ( Hb.1:6 )
  • Foram criados para cumprirem os propósitos de Deus:

· O ARCANJO: O termo arcanjo só ocorre duas vezes nas Escrituras: 1Ts 4:16  Jd 1:9   mas há outras referências para ao menos um arcanjo, Miguel. Ele é o único a ser chamado de arcanjo. Ele aparece comandando seus próprios anjos Ap 12:7   e como o príncipe do povo de Israel Dn 10:13-21  Dn 12:1
Os arcanjos parecem ter a responsabilidade específica de proteger e fazer prosperar a Israel. Dn 10:13-21   Dn 12:1 de anunciar o nascimento do Salvador Lc 1:26-38. De derrotar Satanás e seus anjos em sua tentativa de assassinar o Filho Varão e a mulher Ap 12:7-12   e de anunciar o retorno de Cristo para os Seus 1Ts 4:16-18 

· -Anuncia a Vinda de Cristo ( I Tess.4:16 ).

·

o OS QUERUBINS Querubins aparecem pela primeira vez na entrada do jardim do Éden Gn 3:24 . Significa “cobrir” ou “guardar”. Aparecem sobre a Arca da Aliança, no Santo dos Santos do tabernáculo no deserto, foram colocados dois querubins de ouro como parte do propiciatório Ex 37:6-9   2Rs 19:15  . É também dito que eles foram tecidos no belíssimo véu interior do tabernáculo e do templo Ex 26:1  . Os querubins estão especialmente ligados à justiça e à majestade do trono de Deus.

o OS SERAFINS - A palavra significa “abrasadores”. Eles são mencionados pelo nome apenas em Is 6:2-6  . São distintos dos querubins. Encontramos passagens que dizem estar Deus assentado acima dos querubins 1Sm 4:4   Sl 80:1  Sl 99:1   mas os serafins estão em pé, acima Dele Is 6:1  . Também seus deveres diferem dos que competem aos querubins. Eles lideram os céus na adoração ao Deus Todo Poderoso e purificam os servos de Deus para culto e serviço aceitáveis. Isto é, eles se preocupam com o culto e santidade mais do que com a justiça e o poder. Em humildade e reverência profundas eles se desincumbem de seu ministério. Os querubins, pelo contrário, são os guardiões do Trono de Deus e Seus embaixadores extraordinários.

o AS DIFERENTES ORDENS de anjos, assistem a Deus em sua obra Soberana ( Col.1:16 e 2:10; Ef.1:21 e 3:10 )5.

A NATUREZA DOS ANJOS.

NÃO SÃO SERES HUMANOS GLORIFICADOS6 (Hb.12:22,23):

  • SÃO SERES ESPIRITUAIS –Incorpóreos ( Hb.1:14 ). Não tem corpo físico, mas podem assumir forma corpórea ( Gn.18:19 ). (Sl.104:4; Hb 1:7; Ef.6:2; Mt.8:16; 12:45; Lc.7:21; Apc.16:14 ).
  • SÃO IMORTAIS –Os anjos não estão sujeitos à dissolução: nunca morrem. A imortalidade dos anjos se deriva de Deus e depende de Sua vontade. Os anjos são isentos da morte, porque assim Deus os fez. ( Lc.20:35,36 ).
  • ** NÃO SE REPRODUZEM CONFORME SUA ESPÉCIE –As escrituras em parte alguma ensina que os anjos são seres assexuados. Inferências encontramos referindo-se aos anjos, com o uso de pronomes do gênero masculino ( Dn.8:16,17; Lc.1:12,29,30; Apc.12:7; 20:1; 22:8,9 ). Mas, não obstante, o casamento, a reprodução, não é da ordem ou do plano de Deus.
  • SÃO PODEROSOS –Dotados de poder sobre-humano ( Sl.103:20; II Pd.2:11 ). São uma classe de seres criados superiores aos homens ( Sl.8:5; Hb.2:10 ). Contudo, esse poder tem seus limites estabelecidos, não são Onipotentes ( II Ts.1:7; II Sm.24:16,17 ). Veja demonstração de poder dos anjos – ( At.5:19; 12:7,23; Mt.28:2 ).

Obs: Quão capazes, portanto, são os anjos bons para ministrar ao homem; e quão desesperadora pode ser a oposição dos principados, os dominadores deste mundo tenebroso! Confiemos, portanto, na força do poder do Senhor e de seus ministros, Amém!

  • SÃO SERES VELOZES –( Mt.26:53 ) O pensamento que deve ser destacado, é que os anjos, cuja residência, supostamente era nos céus, podiam instantaneamente aparecer em defesa de seu Senhor. Como essas legiões de anjos poderiam passar, com tal rapidez, do céu até o triste Getsêmani, ultrapassa nosso entendimento. Sabemos apenas que a possibilidade do fenômeno indica uma atividade e rapidez verdadeiramente maravilhosa.
  • SÃO SERES PESSOAIS.

·

    • Inteligência – Dn.10:14
    • Emoções – Jó 38:7
    • Vontade – Is.14:13,14
    • Não são Oniscientes – Mt.24:36
    • Não são Onipresentes – Dn.9:21-23
    • Não são Onipotentes – Dn.10:13
  • SÃO PERFEITOS E SEM FALHA – ( Gn.1:31 )

·

    • Parte dos anjos tornaram-se rebeldes e caídos – ( Jd.6; II Pd.2:4 )
    • O restante permaneceu obediente ( Mt.25:31; Sl.99:7 )
  • SÃO SERES GLORIOSOS – ( Lc.9:26 )
    • Os anjos são dotados de dignidade e glória sobre-humanos.

** Trechos Principais para considerar: Gn.6:1-4; I Pd.3:18-20; II Pd.2:4 e Judas 6.

Os anjos são chamados "Filhos de Deus" no Velho Testamento nas referências de Jó 1:6; 2:1; 38:7 e também em Gn.6:2,4. Deve ser observado, porém, que, apesar de serem assim chamados, os homens também o foram ( Lc.3:38; Jo.1:12; I Jo.5:1-2 ). A palavra original é "Benai-Elohim"= Filhos de Deus. Por causa do texto de Gn.6:2,4, há polêmica sobre quem foram "OS FILHOS DE DEUS"??

Que os filhos de Deus se refere aos anjos, neste texto de Gn.6, é a posição tomada por Josefo, Filo Judeus e os autores do Livro de Enoque e do Testamento dos Doze Patriarcas; era a posição geralmente aceita pelos judeus eruditos dos primeiros séculos da era cristã. A impressão que geraram "gigantes" foi da Septuaginta (LXX), que também traduziu todos os manuscritos, substituindo "Filhos de Deus" por "anjos de Deus" em Gn.6; Jó 1:6 e 2:1, e por "meus anjos" em Jó 38:7.

OBS:

Gn.6:4- "...Estes eram os valentes que houve na antigüidade, os homens de fama". Filhos do relacionamento entre "os filhos de Deus" com as "filhas dos homens". Esta é a definição original dos textos da palavra de Deus e não "NEFILINS", que encontramos em alguns textos traduzido e não confiáveis, conforme The Theological Workbook of the Old Testament, por Harris, Archer e Waltke. Estes homens gerados eram perversos e dominaram a terra, razão pela qual, Deus viu que havia grande maldade sobre a terra vs 5 e 6.

Argumentos

Teoria de que os "filhos de Deus" eram anjos:

  1. As referências de Jó 1:6; 2:1; 38:7.
  2. A relação anormal, produziu gigantes impiedosos.
  3. Anjos podem aparecer como homens Gn.19:1,5; ou em homens, Mc.1:23-26/ Mc.5:13 ( O Dr. Henry Morris diz: Os filhos de Deus e as filhas dos homens são homens e mulheres, mas foram possessos por demônios.
  4. Em Mt.22:30, o Senhor estava apenas explicando que os anjos não se reproduzem como os humanos. Não há prova que os anjos não tem sexo. Nos originais, a palavra anjos, sempre é no gênero masculino. Alguém explico que os anjos não se reproduz porque não existe "anjas".
  5. As referências associadas com judas 6; I Pd.3:18-20; II Pd.2:4-6.
  6. Esta teoria foi assegurada por historiadores como Josefo e Plínio.
  7. Os livros apócrifos ( 3 deles ), assegura esta posição.
  8. É considerado que houve duas quedas dos anjos, uma quando Satanás liderou a rebelião, antes da queda do homem e outra em Gn.6.(Teor. Defendida por Clarence Larkin)

Teoria de que os "filhos de Deus" não eram os anjos e sim os descendentes de Sete.

  1. Se anjos de fato se relacionam sexualmente com mulheres, este é um prodígio espetacular da história que viola as normas da natureza, e não há nada na bíblia que diga que anjos tem poderes sexuais.
  2. Em Gn.6, encontramos em seu contexto a seqüência do termo "homem", vs 1,2,3.
  3. A distinção entre os "filhos de Deus" e Satanás nos textos de Jó 1:6; 2:1 de modo que, claramente entendemos que o título "filhos de Deus" não se refere aos anjos caídos.
  4. Se esta relação entre anjos e mulheres gerou os "Nefilins-gigantes", como se explica a presença destes, antes deste ato, e depois do dilúvio em Nm.13:33.
  5. A linguagem de Gn.6:2 é normal para expressar relação entre humanos.
  6. Os textos do novo testamento não provam que são anjos:
  • I Pd.3:18-20- não diz nada sobre estes "espíritos em prisão", sendo anjos. Pelo contrário, o contexto indica homens, cap.4:6.
  • II Pd.2:4 e Judas 6,7- são referências de anjos, mas não provam que eram envolvidos em Gn.6.
  1. Os livros apócrifos, provavelmente foram produzidos pelos essênios, os quais adotaram a interpretação angélica. Josefo trabalhou com este grupo.
  2. A linguagem de Gn.6:2 é normal para expressar relação entre humanos.

3. OS ANJOS NÃO SÃO PARA SEREM LOUVADOS

4. "E quando ouvi e vi, prostrei-me ante os pés do anjo que me mostrava estas coisas, para o adorar: e ele disse-me: "Olha não faças tal, porque eu sou conservo teu e de teus irmãos os profetas e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus" (Apoc. 22:8,9).

5. Isto está também condenado em Colossenses 2:18.

6. V. O EMPREGO DOS ANJOS

7. 1. DE ANJOS SANTOS.

8. (1) Eles louvam ao Senhor e cumprem os Seus mandamentos.
Salmos 103:20; 148:2.

9. (2) Eles regozijam-se com a salvação dos homens.
Lucas 15:7,10

10. (3) Eles ministram aos herdeiros da salvação.
Hebreus 1:14; 1 Reis 19:5-8; Daniel 6:22; Salmos 34:7; 91:11,12; Atos 12:8-11.

11. (4) Eles são mensageiros de Deus aos homens.
Gênesis 19:1-13; Números 23:25; Mateus 1:20; 2:13,19,20; Lucas 1:11-13-19; Atos 8:26; 10:3-6; 27:23,24.

12. (5) Eles executam o propósito de Deus.
2 Samuel 24:16; 2 Reis 19:25; 2 Crônicas 32:21; Salmos 35:5,6; Mateus 13:41,42; 13:49,50; 24:31; Atos 12:23; Apocalipse 7:1,2; 9:15; 15:1.

13. (6) Eles deram a Lei.
Atos 7:53; Gálatas 3:19; Hebreus 2:2.

14. (7) Eles ministraram a Cristo.
Mateus 4:11; Lucas 22:43.

15. (8) Eles acompanharão Cristo na Sua segunda vinda.
Mateus 25:31,32; 2 Tessalonicenses 1:7,8.

16. (9) Eles estão presentes nos cultos da igreja.
1 Coríntios 11:10.

17. (10) Eles têm grande interesse na verdade divina e aprendem por meio da igreja.
1 Pedro 1:12; Efésios 3:10.

18. Não há nada supra para mostrar que há uma intervenção constante de anjos entre Deus e o homem. Eles não são em sentido algum constituídos regularmente mediadores entre Deus e o homem. Sua intervenção é ocasional e excepcional; sua atividade está sujeita à ordem e permissão de Deus.

19. Mas é evidente que o crente comum não tem ligado importância suficiente ao ministério dos anjos. Todavia, doutro lado, a noção de um anjo da guarda especial para cada individuo não encontra fundamente na Escritura. Diz J. P. Boyce:

20. "Guiados por fábulas rabínicas e guiados pelas idéias peculiares da filosofia oriental, alguns têm concebido que sobre cada pessoa nesta vida um anjo vigia para guardá-la e protegê-la do mal. Esta teoria de anjo da guarda tem sido sustentada de várias formas. Uns confinaram sua presença aos bons; outros a estenderam também aos ímpios; alguns supuseram dois em vez de um anjo, - um bom e outro mau. Do mesmo modo a teoria tem sido sustentada de anjos da guarda sobre nações; uns limitando-a a boas nações, outros estendendo-a a todas. Que tais idéias existiam entre os judeus e que prevaleceram também entre os cristãos primitivos, pode admitir-se; mas autoridade escriturística para elas falta" (Abstract of Systematic Theology, pág. 179).

21. Há, realmente, apenas duas passagens que sugerem mesmo esta doutrina de um anjo da guarda para cada individuo, que são Mateus 18:10 e Atos 12:15. Sobre Mateus 18:10 diz John A. Broadus: "Não há garantia suficiente aqui para a noção popular de "anjos da guarda", um anjo especialmente designado para cada individuo; diz-se simplesmente, de crentes como uma classe, que há anjos que são seus anjos, mas nada há aqui ou noutro lugar que mostre ter um anjo o cargo especial de um crente". (Commentary on Mathew).

4 SATANÁS antes de sua queda, ocupava um lugar especial entre os querubins ( EZ.28:14 ).

5 SATANAS E SUAS HOSTES CAÍDAS, estão organizadas e preparadas para grandes batalhas do mal. disto podemos concluir que existem duas forças invisíveis e poderosas --- uma dirigida por Deus e seus anjos e a outra por satanás e seus anjos, onde a vitória final, será de Deus ( APC.20:7-10; MT.25:41 )

6 HÁ UM CANTICO QUE DIZ: "EU QUERO SER UM ANJO E COM OS ANJOS FICAR"- Contrário à Bíblia. Não podemos dizer que, ser como anjos é ser anjo, também é ensinado, que crianças quando morrem, viram anjos ( Lc.20:35,36)

A QUEDA DOS ANJOS.

Dividiremos esta seção em quatro pensamentos:

5.3.a – O FATO DE SUA QUEDA.

5.3.b – A ÉPOCA DE SUA QUEDA.

5.3.c – A CAUSA DE SUA QUEDA

5.3.d – O RESULTADO DE SUA QUEDA.

O FATO DE SUA QUEDA

A origem do mal.

Com exceção de alguns filósofos e cientistas, que chamam de "erro da mente mortal", todos os homens reconhecem o fato severo e solene do mal no universo. Verdadeiramente, sua presença no mundo é um dos problemas mais desconcertantes para a filosofia e para a teologia. Acreditamos que os anjos foram criados ( originados ) em estado de perfeição. No relato bíblico da criação, em Gn.1, lemos seis vezes que o que Deus fizera era bom, vs.4, 10, 12, 17, 21, 25, e no vs.31 encontramos as palavras: "Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom". Isso certamente inclui a perfeição dos anjos em santidade, até esse momento.

Não há dúvidas, portanto, que os anjos foram criados perfeitos (Ez.28:15) e parte destes deixaram seu próprio principado e habitação original perfeita (Judas 6, II Pd.2:4), para criar raízes do mal (Sl.78:49; Mt.25:41; Ap.9:11 e 12:7-9).Não podemos Ter dúvidas que Satanás foi o "chefe" desta rebelião ( Is.14:12; Ez.28:15-17).

A ÉPOCA DE SUA QUEDA

_ Acreditamos que se deu após toda a criação perfeita de Deus –Gn.1:31- 2:3.

> Veja nota no item------- A ORIGEM DOS ANJOS. ,

A CAUSA DE SUA QUEDA

Este é um dos profundos mistérios da Teologia. Mostramos que os anjos foram criados perfeitos, como pode tais seres pecarem?

É aqui que podemos ver a perfeição de toda a criação, os Teólogos Latinos são autores de uma frase que diz: "Posse pecare et posse non pecare". Isso traduz a capacidade de pecar e a de não pecar. É a posição de poder fazer qualquer uma das duas coisas sem ser constrangido a fazer uma ou outra coisa. Em outras palavras, havia liberdade de escolha.

Deus não coagiu nenhuma de suas criaturas, nem mesmo os anjos. Se indagarmos que motivo pode Ter estado por trás dessa rebelião, podemos obter algumas respostas nas Sagradas Escrituras.

  1. GRANDE PROSPERIDADE E BELEZA (Rei de Tiro-Tipo de Satanás-Ez.28:11-19; I Tm.3:6).
  2. AMBIÇÃO DESMEDIDA E A CONCUPISCENCIA DE SER MAIS QUE DEUS (Rei da Babilônia-Tipo da Satanás-Is.14:13,14).

Veja os passos que levaram à queda.

  1. SUBIREI AO CÉU – vs.13 – Satanás queria a posição ao lado de Deus no céu, lugar este reservado a Cristo - Ef.1:20.
    1. EXALTAREI MEU TRONO – vs.13 – Satanás queria seu trono sobre todo principado, potestade e domínio, lugar este prometido a Cristo – Ef.1:21.
    2. ME ASSENTAREI NO MONTE DA CONGREGAÇÃO - vs.13 – Satanás queria reinar sobre o povo de Deus, privilégio este dado ao Messias prometido - Is.9:6-7.
    3. SUBIREI ACIMA DAS MAIS ALTAS NUVENS – vs.14 – Satanás queria a Glória que só Deus tem, e esta pertence a Cristo – Jo.17:5.
    4. SEREI SEMELHANTE AO ALTÍSSIMO – vs.14 – Satanás queria o poder e a autoridade do altíssimo, e esta pertence somente a Cristo – Jo.8:58.

O RESULTADO DE SUA QUEDA

  1. Perderam sua santidade original e se tornaram corruptos em natureza e conduta ( Mt.10:1; Ef.6:11,12; Ap.12:9 ).
  2. Alguns deles foram lançados no "inferno-Tártaro", e acorrentados até o dia do julgamento (II Pd.2:4).
  3. Alguns estão em liberdade e trabalham em definida oposição à obra dos anjos bons (Ap.12:7-9; Dn.10:12,13,20,21; Judas 9).
  4. A terra foi amaldiçoada por causa do pecado de Adão (Gn.3:17-19) e a criação está gemendo por causa da queda ( Rm.8:19-22), tanto de Adão como dos anjos caídos.
  5. Um dia serão lançados sobre a terra (Ap.12:8,9) e, após seu julgamento serão lançados no "Lago de Fogo" ( I Co.6:3; Mt.25:41; II Pd.2:4; judas 6).

20 Capítulo

A CLASSIFICAÇÃO, E O DESTINO DOS ANJOS.

A CLASSIFICAÇÃO DOS ANJOS.

CLASSIFICAM-SE OS ANJOS EM DUAS GRANDES CLASSES:

  1. Anjos Bons. – Descritos como seres Alados(voadores-Dn.9:21; Ap.14:6), PARA NOS FAVORECER ( Sl.91:11; Hb.1:14; Dn.6:22).
  1. Guiam e guardam os crentes – ( Sl.91:11; Hb.1:14 ).
  2. Ministram ao povo de Deus – ( Hb.1:14; Mt.4:11; Lc.2243 ).
  3. Defendem e livram os servos de Deus – ( Gn.19:11; At.5:19-20 ).
  4. Guardam os eleitos falecidos – ( Lc.16:22; Lc.24:22-24; Jd.9 ).
  5. Cooperam na separação entre justos e ímpios – ( Mt.13:49; Mt.25:31-32 ).
  6. Cooperaram no castigo imposto aos ímpios – ( II Ts.1:7-8 ).

1.1. Classificação em ordem > Veja item 5.1.1.-O Propósito de sua origem – Pg.3

Anjos maus. ( Aprisionados/ Libertos/ Demônios e Satanás ) – PROPÓSITO DE OPOR-SE E DESTRUIR A OBRA DE DEUS E SEUS SANTOS.

  1. ( Zc.3:1; II Co.12:7; Ff.6:11,12; II Co.11:14, 4:4; I Pd.5:8 ).
    1. – Anjos aprisionados – Consiste de estarem confinados em abismos de trevas e estarem presos por algemas eternas, reservados para o juízo do grande dia. ( II Pd.2:4 e Jd.6 ).
    2. - Anjos Libertos – Estão incluídos em todo "principado, potestade, poder e domínio. São normalmente mencionados em conexão com Satanás, seu líder ( Ef.1:21, 6:12; Cl.2:15; Mt.24:41; Ap.12:7-9, 9:14; I Co. 6:3 )
    3. – Demônios – Aparece três vezes no V.T.( Dt.32:17; Sl.106:37 e Lv.17:7 ).
  1. Não são almas dos homens maus.
  2. Não são os espíritos desincorporados de uma raça pré-Adâmica

-----( Sl.9:17; Lc.16:26-31; Ap.1:18; Ap.12:7-9 )-----

    1. – Satanás – Este ser sobre-humano é mencionado expressamente no velho testamento ( Gn.3:1-15; Jó 1:6-12, 2:1-7; Zc.3:1,2 ). Já no N.T., é mencionado freqüentemente ( Mt.4:1-11; Lc.18:18,19; Jo.13:2,27; I Pd.5:8; Ap. caps.12,12:1-4, 20:1-3, 7-10 ).

COLEÇÃO DE NOMES: EX: Diabo ( Ap.20:2 )/ Abadom / Apolion / Belzebu / Belial / Malígno / Adversário / Serpente / Acusador / Enganador / mal / Homicida / deus deste século / Potestade do ar / Pai da mentira / Sedutor / Caluniador / Tentador .

O DESTINO DOS ANJOS.

Anjos Bons – Continuarão servindo a Deus por toda a Eternidade ( Ap.21:1, 2, 12 ).

Anjos Maus – Temos informação definitiva de que terão sua parte no LAGO DE FOGO (Gehenna-Mt.25:41 ). Quando Cristo voltar, os crentes terão parte no julgamento, ou condenação dos anjos maus ( I Co.6:3 ).

O destino de Satanás – Será lançado no abismo (Tartaroo-Ap.20:1-3 ), onde ficará confinado e acorrentado por 1.000 anos. Então será solto por "pouco tempo", durante o qual tentará frustrar os propósitos de Deus aqui na terra ( Ap.20:7-8 ). E daí, por fim, ele e seus anjos serão lançados no Lago de Fogo ( Mt.5:41; Ap.20:10 e 14 ), seu destino final, onde serão atormentados para todo o sempre.

Definições para : INFERNO- Lugar destinado ao suplício das almas dos perdidos.

Há quatro definições para esta palavra.

1SHEOLhb., V.T., o mundo dos mortos.( Dt.32:22; II Sm.22:6; Sl.18:5 )

2HADESgr., corresponde a Sheol, lugar das almas que partiram deste mundo. ( Mt.11:23, 16:18; Lc.16:23; At.2:27 )

3 - GEHENNAgr., vale de Hinom, um vale de Jerusalém, onde se fazia sacrifícios humanos. Termo usado para designar um lugar de suplício eterno. ( Mt.5:22, 29-30, 10:28, 18:9, 23:15, 33; Lc.12:5; Tg.3:6; Ap.20:10 e 14 )

4TARTAROOgr., derivado de Tartaros, o mais profundo abismo do Hades.( I Pd.2:4; Ap.20:3 )

Amém, Louvado seja Deus pela nossa Salvação e livramento - Ap.21:6-7

Dicas de Psicólogo Para Superar Os Problemas Da Relação Amorosa

 

  • problema no meu casamento

Todo e qualquer relacionamento amoroso passa por problemas. Contudo, a capacidade de lidar com cada um deles varia de casal para casal. Para evitar maiores desgastes, é necessário saber analisar e driblar essas adversidades que aparecem pelo caminho.

O diálogo deve ser mantido dentro de um relacionamento, principalmente quando alguma das partes detecta um sinal de alerta, ou seja, um problema.

De acordo com o psicólogo Silmar Coelho, quem não dá importância a esses sinais e não corrige o que precisa certamente terá conflitos maiores. ''Problemas aumentam de tamanho quando não confrontados, são como um tanque de roupa suja, se não lavar hoje, amanhã tem mais''.

Entretanto, o casal deve saber que, diante de uma situação complicada, homens e mulheres agem de formas diferentes. Nem sempre é simples fazer com que o parceiro entenda o que o outro sente, e na hora da raiva, algumas pessoas perdem o controle, e conseqüentemente, a razão. Uma conversa sincera é importante, sem agredir ou culpar, mas sim explicando o que se sente.

Segundo Silmar, ''o que acontece, muitas vezes, é que homens e mulheres não enxergam o problema de forma semelhante. Um bom exemplo são a exposição dos sentimentos, uma vez que cada um manifesta de uma forma diferente''.

Exposição de sentimentos é um dos motivos de discussões entre alguns casais, pelo fato, mais uma vez, de que homens e mulheres pensam diferente. O psicólogo explica que ''o homem acha que provendo as necessidades da mulher está dizendo que a ama. Mas para a mulher essas coisas não bastam, pois ela precisa ouvir o tempo todo que é amada, já o homem não''.

O relacionamento deve ser construído com verdade. Contar o que acontece aumenta a confiança. Mas o que acontece, em alguns casos, são pessoas que falam mais do que o necessário, o que pode trazer problemas para a vida do casal. Um bom exemplo são informações que não vão agregar em nada a vida do outro, mas que em contrapartida podem provocar ciúme e briga. Por isso deve haver um bom senso antes de dizer algumas coisas desnecessárias. Silmar diz que falar ou deixar de falar deve ser analisado dentro da situação e da personalidade do parceiro.

O que é fato é que problemas todos os casais têm, mas vale o esforço e a tentativa para superá-los e fazer a relação ser melhor a cada dia. Silmar finaliza dizendo que ''uma relação saudável é construída todos os dias, com pequenos gestos e atitudes de respeito e amor''.

O doutor Silmar Coelho doutorou-se em Psicologia e Liderança pela Universidade Oral Roberts, Tulsa, Estados Unidos. Palestrante renomado e conferencista internacional, o doutor Silmar Coelho é um escritor premiado, escreveu vários best-sellers nas áreas de aconselhamento familiar, liderança e motivação.

O doutor Silmar Coelho possui escritório no Rio de Janeiro, mas viaja o mundo inteiro para palestrar em workshops e empresas. Além disso, também é muito requisitado para participar de programas de televisão, rádio e dar entrevistas para revistas de diversos segmentos seguimentos.

Para mais informações sobre o doutor Silmar Coelho, acesse o site www.silmarcoelho.com.br ou ligue para (21) 2443-2071.

Silmar Coelho é pastor; doutor em teologia e liderança pela Universidade Oral Roberts, EUA; empresário; terapeuta; conferencista internacional; e escritor de 20 livros, entre eles: "Jamais desista", Editora Vida e "Transformando lágrimas em vinho",  Editora MK.

Fonte www.estudosgospel.com.br