RADIO TAJENOJE

Apr 19, 2012

O inferno – destino eterno dos ímpios


O inferno
– destino eterno
dos ímpios

2 Tessalonicenses 1: 3-10
"Mandará o Filho do Homem os seus anjos, que ajuntarão do seu retiro todos os escândalos e os que praticam a iniqüidade e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes." Mateus 13: 41-42



INTRODUÇÃO 
- Entre todas as doutrinas bíblicas, uma das mais impopulares é a que trata da condenação dos ímpios. Ela nos traz à mente a realidade de que, após a morte, nem todos irão para o céu e nem desfrutarão da presença eterna de Deus.

- Na verdade, esta doutrina é tão impopular que, muitos não se preocupam em estuda-la. Mas a Bíblia não nos deixa esquecê-la. Apocalipse 20: 11-15 mostra um cenário onde os homens que não creram em Jesus Cristo terão de enfrentar o juízo e a condenação.

Ao estudarmos o que a Bíblia ensina sobre o inferno, passamos a ter em nós um maior censo de responsabilidade com a evangelização daqueles que não tem Cristo.

I – A CONDENAÇÃO ETERNA NOS ENSINOS DO NOVO TESTAMENTO

Há grupos religiosos e teólogos que negam a existência do inferno e a possibilidade de que um Deus de amor venha a punir eternamente aqueles que não creram em Cristo, deixando de aceitar a bondade de Deus.

Alguns pregam o chamado "aniquilacionismo", ou seja, depois do Juízo Final os ímpios serão aniquilados (doutrina adventista).

Há também o chamado "universalismo",que acredita que Deus, movido por seu amor, salvará todos os seres humanos.

O Novo Testamento refere-se não apenas à bondade de Deus, mas também à sua justiça. Ele ampara e salva os que se arrependem, mas condena à perdição os insubmissos e que endurecem seus corações, deixando de aceitar a Verdade.

- Os apóstolos Paulo e João relacionaram comportamentos que impedirão o acesso ao reino dos céus: Ef 5: 5; Ap 21:8 e 22:15. Tais pessoas serão condenadas.

Vejamos, agora, algumas verdades ensinadas por Jesus sobre o inferno:
a) O inferno foi criado para o diabo e seus anjos, Mt 25: 41. Mas nele serão lançados também os que amam e praticam o pecado.

b) O inferno é local de condenação para os que não se afastam da iniqüidade, Mt 7: 21-23. Jesus ensina que todo aquele que pratica o mal será condenado ao fogo eterno, Mc 9: 42-49. Muitos que se dizem expulsadores de demônios e operadores de milagres receberão o duro juízo do Senhor. Embora usem o nome de Jesus para operar sinais e prodígios, sua vida pessoal não mostra transformação.

c) No inferno serão lançados os que desprezam o próximo, Mt 25: 41-46. A verdadeira religião não nos permite abandonar o próximo em seu sofrimento, Tg 1: 27. Veja as lições ensinada por Jesus em Mateus 5: 22.

II – EXPRESSÕES BÍBLICAS PARA DESIGNAR O INFERNO

a) Geena.
- A palavra inferno é tradução do termo grego geena. Este vocábulo origina-se da expressão hebraica Ge Hinom, que significa Vale de Hinom.

- Na antigüidade, este era um local de culto ao deus pagão Moloque, onde eram realizados holocaustos de crianças vivas.

- O rei Josias aboliu essa prática, 2Rs 23: 10. Depois, o local foi usado como depósito de lixo. Ali eram jogados cadáveres de animais e até de alguns criminosos cujas famílias não lhes davam sepultura. O fogo ardia ali continuamente.

- Assim, a palavra geena passou a ser usada em grego para designar o inferno. A palavra aparece nos primeiros três evangelhos (Mt 5: 22, 29, 30; 10: 28; 18: 9; 23: 15, 33; Mc 9: 43, 45; Lc 12: 5) e em Tiago 3: 6.

b) Hades.
- Palavra grega que tem como uma de suas traduções o significado: mundo dos mortos.

- O Hades é o lugar onde os mortos se encontram. Alí, os justos e os ímpios estão em lugares separados. Os justos aguardam a ressurreição para receberem seus galardões e os ímpios também aguardam a ressurreição para serem julgados e lançados no “lago de fogo”. Apoc. 20:13.

c) Lago de fogo.
- Expressão usada em Apocalipse 19: 20; 20: 10, 14, 15. A besta, o falso profeta, o diabo, a morte, o hades e todo aquele que não tem o nome inscrito no livro da vida serão lançados no lago de fogo.

- O apóstolo João declara: "Esta é a segunda morte, o lago de fogo", Ap 20: 14. O Lago de fogo é lugar de condenação definitivo.

- O "lago de fogo", na linguagem do apóstolo João, é o destino final de todo o que ama e pratica a iniquidade.

III – QUE É O INFERNO?
a) Um lugar de tormentos eternos, 2Ts 1: 9a; Is 66: 24; Mc 9: 42-48.

- É lugar de dores, sofrimentos, agonias da consciência, angústia, desespero, choro e ranger de dentes.

- Em Lucas 12: 47, 48 Jesus refere-se a "muitos açoites" e a "poucos açoites".

- Em Mateus 10: 15, o Senhor faz menção a menos rigor e mais rigor. Estes textos, dão a entender que haverá graus de punição no inferno.

b) Total ausência de Deus ou banimento da Sua presença, 2Ts 1: 9b.
- A essência do inferno é estar distante de Deus e do favor divino para sempre e saber que isso não terá fim.

- No seu livro: "Inferno", Dante descreveu o inferno como sendo um lugar para o tormento pelo pecado. Por cima do seu portão de entrada ele imaginou uma placa a dizer: "Abandonem a esperança todos vós que aqui entrais."

c) O instrumento da maior vitória de Deus,Ap. 20: 10, 14.

- O inferno é a pior realidade que os incrédulos terão de enfrentar, mas é também o instrumento da maior vitória de Deus e dos que creram em Jesus Cristo.
CONCLUSÃO
- Sobre o inferno C. S. Lewis uma vez escreveu:"Não há nenhuma doutrina que eu removeria de mais bom grado do cristianismo do que isto, se eu tivesse o poder. Mas essa doutrina tem o pleno apoio das Escrituras, e sobretudo das próprias palavras do nosso Senhor."
- Sendo o inferno uma realidade inevitável para os ímpios, os salvos pela graça em Cristo, devem se preocupar com a evangelização daqueles que ainda não conhecem a Jesus, pois ainda há oportunidade de salvação.

- Um pregador entrou certo dia em um elevador e declarou o andar que pretendia parar. Sempre disposto a não perder nenhuma oportunidade de falar das coisas celestiais, virou-se para o rapaz que conduzia o elevador e perguntou: "Você está destinado ao céu ou ao inferno?" "Eu não sei," respondeu surpreso o ascensorista. Quando o andar desejado chegou, o elevador parou e a porta foi aberta, mas o pregador não fez qualquer movimento para sair.

- O rapaz esperou alguns instantes e então lhe disse: "O senhor não vai? A porta está aberta.." "Assim é a porta do céu, respondeu o pregador, saindo e deixando o jovem pensativo para fazer a aplicação óbvia.
- Na semana que vem estudaremos sobre o tema “A VIDA NA ETERNIDADE: NOVOS CÉUS E NOVA TERRA”. Este será o último estudo que faremos dentro da escatologia. Não perca.

AUTOR: Pr. Josias Moura