RADIO TAJENOJE

Feb 19, 2013

Testemunhos de ex testemunhas de Jeová.





Perto dos meus 10 anos de idade eu era um católico praticante. Mas estava com muitas dúvidas sobre Deus e a fé. Foi triste admitir, mas eu sabia que o catolicismo não poderia me dar as respostas certas. Um dia as Testemunhas de Jeová bateram à minha porta. Falaram-me que a terra seria transformada num paraíso muito em breve. Abracei aquela verdade de todo o coração, sem prever que anos mais tarde eu negaria tudo.
Por ter aprendido a amar tanto a “Organização” das TJs fui perdendo o amor e a confiança dos meus familiares. Mas eu preferi ser fiel a Deus (como pensava) sendo fiel a uma organização religiosa. Eu a defendia, como ser comprovado pela revista Veja de 05/07/87 onde apareço numa foto discutindo com um evangélico.
Entrei para a organização religiosa das TJs com quase 11 anos de idade. Mas, durante os 10 anos em que fui T J foram roubados meu amor, alegria, liberdade, família, sonhos e esperanças, carreira e formação. Os mais belos anos da minha juventude ficaram no altar da Sociedade Torre de Vigia (nome oficial da organização das TJs). Desiludido pedi meu desligamento em 1988. Por causa da minha saída passei a ser chamado de “demoníaco, apóstata, fornicador espiritual, etc.”. As amizades que cultivei ali durante 10 anos foram perdidas pelo fato de eu deixar de ser TJ.
Mas, graças a Deus, alguém me orientou no caminho certo e eu reconheci que Jesus Cristo morreu para me salvar e me dar plena libertação dos pecados e das religiões falsas. Ele (Jesus) disse que ninguém poderia ir a Deus a não ser por meio dele (Evangelho de João 14:6) e não por uma organização religiosa. Hoje, na verdade, sou livre e sirvo a Deus com muita alegria.

Wagner Santos Cunha

 - - - - -

página 4

Após 18 anos fiel Testemunha de Jeová  tomei conhecimento da existência de uma pirâmide colocada junto ao túmulo de Charles Taze Russell (o fundador do grupo), morto em 1916. procurei certificar-me do fato e acabei descobrindo outras práticas ocultistas dos líderes. Ou seja, envolvimento com a Maçonaria Templária, Piramidologia, símbolos da Teosofia nas suas publicações, etc.
Escrevi para a sede da seita em busca de esclarecimentos e acabei sendo excluído arbitrariamente por ter descoberto tais práticas ocultistas. Perdi os amigos e os relacionamentos cultivados por 21 anos em que trabalhei gratuitamente para essa seita vendendo suas literaturas de porta em porta. Mas Deus, no seu infinito amor, não me deixou desamparado. Antes me acolheu e deu verdadeiro sentido à minha vida.
Hoje, eu e minha esposa Carmencita, que também foi TJ por 23 anos, depois de termos experimentado o verdadeiro amor de Jesus Cristo estamos congregando numa Igreja Batista e procuramos ajudar as pessoas a se livrarem do engano das seitas e a também experimentarem o maravilhoso amor de Jesus Cristo.
Se você quiser saber mais sobre as práticas ocultistas entre as Testemunhas de Jeová, escreva-me.

Helio Eduardo de Souza & Carmencita

Centro de Pesquisas Religiosas
Caixa Postal 950
Teresópolis, RJ
25951-970