Sep 6, 2013

O ateu e a Igreja incendiada

O ateu e a Igreja incendiada

Havia um ateu que morava já há muito tempo ao lado de uma Igreja, passava pra lá, passava pra cá, e assim ia vivendo a sua vida.

O pastor e os membros daquela Igreja nunca se preocuparam em evangelizá-lo, e ele também nunca se preocupou em ouvir o evangelho.

Mas certo dia se iniciou um incêndio naquela Igreja, e o fogo já ia destruindo tudo, o ateu vendo a situação, pois se a ajudar a apagar o fogo, e pouco a pouco foram chegando os crentes para ajudarem a controlar o fogo.
Quando o pastor viu o ateu, ficou surpreso com a sua voluntariedade, então foi agradecê-lo e conversar com ele.


Pastor:_ Muito obrigado, por sua colaboração.
Ateu: _Não foi nada, é sempre bom ajudar.
Pastor:_Nossa é a primeira vez que te vejo aqui na Igreja.
Ateu:_Mas também pastor, é a primeira vez que esta Igreja pega fogo.

“Não extingais o Espírito” (1Tes c5 v19)        

Reflexão:
Quantas Igrejas têm perdido a sua autenticidade e o fervor do Espírito Santo, igrejas mornas sem vida, sem graça, sem unção, que não faz a diferença, igrejas sem fé e sem obras, igrejas sem testemunho.
O fogo deve arder continuamente no altar, e quando me refiro ao fogo, não refiro a meninices, pulos, e gritos, mas sim aos corações ardentes que oram clamam e proclamam o evangelho de Jesus.