RADIO TAJENOJE

Feb 8, 2013

Silas Malafaia - Renovação espiritual



silas-malafaia-renovacao-espiritual 
INTRODUÇÃO
Todo crente, membro da Igreja de Jesus Cristo, deve buscar sempre uma vida de renovação diante do Senhor. Quem nunca passou por este processo de renovação está fadado ao fracasso e à decadência espiritual, e corre grande perigo de perder a fé.

RENOVAR É:
Tornar novo, mudar ou modificar para melhor. Restaurar, reformar, melhorar em todos os aspectos. Refazer, reparar, rejuvenescer, revigorar.


O CRENTE PRECISA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL PARA:
1.1 — Consertar-se diante de Deus
Ele, às vezes, cede ao processo da natureza humana (Colossenses 3.5; 1 Coríntios 10.23). Deixa de vigiar (Mateus 26.41) e de seguir os conselhos da Palavra de Deus (1 Coríntios 6.18; Gálatas 5.16).
1.2 — Enfrentar e vencer a tentação
Somente o crente renovado poderá ter forças para alcançar a vitória. Mas o não renovado estará a um passo da queda (Tiago 1.14,15; 2 Pedro 2.20-22).
1.3 — Sair da acomodação
Todos os fundamentos do Evangelho estão numa ordem de movimento crescente. O crente tem de sair da inércia e progredir na fé (Romanos 1.17), nas experiências espirituais (2 Coríntios 3.18), na santidade (Provérbios 4.18), na mordomia cristã (1 Coríntios 15.58), no relacionamento com Deus (Salmo 145.18), no relacionamento pessoal (Lucas 2.52) e no conhecimento de Deus (Oséias 6.3).
1.4 — Gerar impacto que motive a área física, emocional e espiritual
Na área física, todos notam a diferença em seu comportamento. Na área emocional, o crente renovado fica entusiasmado mesmo no em meio à adversidade (1 Coríntios 4.9). Na área espiritual, ele tem novas experiências com Deus por meio da oração.

A RENOVAÇÃO:
2.1 — Produz arrependimento
A pessoa arrependida é espiritualmente levantada (2 Coríntios 7.10).
2.2 — Aproxima a pessoa de Deus
A renovação nos leva para mais perto do Deus que nos renovou
(Lamentações 5.2 1; Colossenses 3.10).
2.3 — Faz voltar ao primeiro amor
A pessoa passa a ter uma vida santificada e serve a Deus, à
igreja, aos irmãos (Romanos 12.211,l2).
2.4 — Desperta para a volta de Cristo Existem crentes vivendo hoje como se Cristo nunca fosse voltar (Romanos 13.11).

III. O ELEMENTO QUE DEUS USA PARA OPERAR A RENOVAÇÃO:
3.1 —A ação do Espírito Santo
O Espírito Santo age em algumas áreas. Ele fala ao espírito do crente (João 16.13; Romanos 8.16), fala por meio de revelações, sonhos, visões, profecias, dons espirituais, da palavra de sabedoria, do derramamento de poder, da pregação da Palavra de Deus (1 Coríntios 2.10); por meio das adversidades, das experiências negativas de outras pessoas; de homens de Deus; da igreja e de atos poderosos, como livramentos de morte, e de sinais.

IV. O NOSSO DEUS É UM DEUS DE RENOVAÇÃO:
4.1 — Criará novo céu e nova terra (Apocalipse 21.1);
4.2 — Criou um novo homem (Efésios 4.24);
4.3 — Tornar-nos-á semelhantes a Cristo (1 João 3.2);
4.4 — Deu-nos uma nova revelação colossenses 1 .26,2 7);
4.5 — Deu-nos um novo mandamento (João 13.34);
4.6 — Fará novas todas as coisas (Apocalipse 21.5).

CONCLUSÃO
Ao vivenciar a renovação espiritual, o crente torna-se bom mordomo das coisas celestiais. Estará preparado para combater o bom combate e guardar a fé, exercitando-se na corrida espiritual que foi proposta por Jesus Cristo. 


Fonte: Livro Pregando poderosamente a palavra de Deus
Autor: Pastor Silas Malafaia

Enganos do Rico insensato





enganos do rico insensato
 (Lucas 12.16-21)1- Achou que podia tudo sem Deus - v18
a) Farei
b) Derribarei
c) Edificarei
d) Recolherei - Veja a ênfase do "eu"


2-  Achou que tudo que possuía era dele - v18
a) Meus celeiros
b) Minhas novidades
c) Meus bens 
- Ele esqueceu-se, que tudo pertence ao Senhor - Salmo 24.1

3- Achou que sua alma se alimentaria de valores terrenos - v19
a) Ele disse: Alma tens em depósito, muitos bens, para muitos anos, come, bebe e folga
b) Mas a alma do homem só se satisfaz com Deus - Salmo 42.1,2
c) Cristo é o nosso pão - João 6.48-58

4- Achou que podia decidir o seu futuro  - v19
a) Ele disse: Alma tens em depósito para muitos anos...
b) Não sabemos o que será amanhã - Tiago 4.13-16
c) O melhor é fazer um seguro de vida com Deus - Lucas 9.24



Como confiar em Deus?




confiar-em-deusINTRODUÇÃO
Quem na vida cristã nunca ficou angustiado por causa de uma necessidade premente? Na verdade, todos nós temos muitos tipos de carências que precisam ser atendidas, a fim de que possamos viver de maneira equilibrada. O apóstolo Paulo sabia dessas coisas, mas ele tinha certeza de que o Senhor não lhe deixaria desamparado.


I. PAULO EXPRIME SUA PROFUNDA INTIMIDADE COM DEUS QUANDO DIZ: “O MEU DEUS...”.
Nesta expressão, aprendemos que:
1.1 — O “meu Deus”de Paulo é o mesmo Deus de todos nós (Filipenses 4.20)
1.2—Devemos estabelecer uni relacionamento íntimo com Deus (Jeremias 29.13)

II. PAULO DEMONSTROU CONHECER AS INSONDÁVEIS RIQUEZAS DE DEUS AO USAR A EXPRESSÃO: “... SEGUNDO AS SUAS RIQUEZAS...”.
Nesta expressão, aprendemos que:
2.1 — Um dos nomes do Senhor é “Jeová-Jireh’: que quer dizer: “O Senhor que provê’: Ele supre as nossas necessidades (Filipenses 4.19).
2.2 — Outro grande nome de Deus é ‘Jeova-Rafá’ que quer dizer: “O Senhor que cura’: Ele cura todas as nossas enfermidades (Isaias 53.4).
2.3 — Outro grande nome de Deus é “El Shadday’ e significa: “O Deus Todo-Poderoso’: Deus é suficiente para nos socorrer em qualquer situação (1 Cr6 nicas 29.11,12).

III. CONFIANTEMENTE PAULO AFIRMOU QUE DEUS:...SUPRIRA TODAS AS VOSSAS NECESSIDADES EM GLÓRIA”.
Isto significa que:
3.1 — Deus suprirá as nossas necessidades nos dias difíceis que estamos vivendo (Salmo 23.1).
3.2 — Quando Deus nos dá a vitória, essa vitória é grande e gloriosa, e serve para ajudar os outros (Isaias 35.3,4.).
3.3 — Deus sempre nos dá um escape, consola os abatidos e providenciará uma saída (‘Salmo 46.1; 121.1).

IV. A ÚLTIMA EXPRESSÃO EMPREGADA POR PAULO NO VERSÍCULO 19, É: “...POR CRISTO JESUS”.
Isto significa que Jesus é o Deus Todo-Poderoso, o Verbo Divino que resgatou a humanidade com o Seu sangue, arrebatando-a das garras do Diabo. Ele foi morto, mas, ao terceiro dia, ressuscitou poderosamente, e está à direita do Pai intercedendo por nós.

CONCLUSÃO
Se desejamos ser abençoados pela provisão de Deus, devemos manter-nos fiéis à Sua Palavra. Assim como Deus nos deu o que tinha de mais importante, também nós devemos dar algo de mais importante que existe em nós: o nosso coração, o nosso corpo e a nossa alma como um sacrifício vivo ao Senhor.

Lições do Salmo 73




salmo73INTRODUÇÃO
A Bíblia não esconde a história de muitos homens de Deus que, em um momento de fraqueza, deixaram-se levar pelos impulsos carnais. No salmo 73, o salmista Asafe ficou desgostoso ao observar a prosperidade do ímpio. Tudo o que aconteceu com ele serve de lição para o crente, que jamais deve deixar a inveja entrar em seu coração.


LIÇÃO É:
Aquilo que é aprendido ou assimilado pelo aluno. Ensinamento, conselho ou exemplo que serve de orientação à conduta, ao procedimento.
Ao verificar a prosperidade dos ímpios, o salmista sentiu inveja.

I. SENTIMENTOS CAUSADOS PELA INVEJA:
1.1 — Coração amargurado
A amargura faz com que a pessoa se torne introspectiva, ou ranzinza, evitando os relacionamentos. Para ela, nada está bom (Salmo 73.2).
1.2 — Doenças emocionais
Está comprovado pelas ciências humanas que as dores no estômago, nos rins e no coração, as gastrites, as úlceras e tantas outras doenças são produzidas pelo estado emocional (Salmo 73.21b).
1.3 - Estado de ignorância
A pessoa invejosa se torna ignorante e irracional (Salmo 73.22).
1.4 — Entra em declínio espiritual
O coração invejoso pode levar a pessoa à derrota espiritual, afastando-a de Deus (Salmos 73.2,3).

II. COMO VENCER OS SENTIMENTOS DE INVEJA:
2. 1 — Controlar os impulsos
Esta foi a primeira atitude do salmista na luta contra o sentimento de inveja (Salmo 73.15).
2.2 — Tentar entender a situação
O salmista tentou entender por que estava passando por aquela situação (Salmo 73.16).
2.3 — Buscar a Deus
Em primeiro lugar, o salmista se controla, depois analisa a situação à luz da razão, e agora busca em Deus a resposta (Salmo 73.17).
2.4 — Reconhecer a bondade de Deus
Em meio a um mundo tão violento e cheio de adversidades, o crente deve reconhecer a bondade do Senhor em sua vida (Salmo 73.1;136.1-9,26).

III. AO ANALISAR O FUTURO DO ÍMPIO. O SALMISTA CHEGOU ÀS SEGUINTES CONCLUSÕES:
3.1 — O ímpio perecerá
Quando a pessoa se afasta de Deus, não tem saída vai perecer eternamente (Salmo 73.27a).
3.2 — O ímpio sofrerá a destruição eterna
A apostasia, que quer dizer negar ou abandonar a fé, leva a pessoa à destruição eterna (Salmo 73.27b).

V. QUEM CONTROLA OS SEUS IMPULSOS E BUSCA A DIREÇÃO DE DEUS:
4.1 — Aprende a confiar em Deus
Quando o crente busca a Deus encontra as respostas para os seus sofrimentos, entende porque os ímpios prosperam, não deixa a inveja dominá-lo e conclui que vale a pena colocar a vida nas mãos do Senhor (Salmo 73.28b; 125.1,2; Isaías 49.23).
4.2 - Anuncia todas as obras do Senhor
O crente que controla os seus impulsos anuncia que Deus está no controle de todas as suas adversidades. Confia que há um Deus grandioso, tremendo, poderoso e maravilhoso que resolve os problemas de solução aparentemente impossível (Salmo 73.28b).

CONCLUSÃO
Antes de olhar para a prosperidade dos ímpios com algum sentimento de desgosto ou inveja, o crente deve entender que as suas tribulações são momentâneas, enquanto o ímpio, caso não se arrependa, sofrerá por toda a eternidade sem Deus.

As caracteristicas de um verdadeiro Cristão



verdadeiro-cristaoINTRODUÇÃO

Toda pessoa salva por Jesus Cristo deve manter-se irrepreensível e viver como um sincero filho de Deus, inculpável no meio de urna geração corrompida e perversa (Filipenses 2.15). Para isto, é preciso que o crente tenha as marcas de Jesus em sua vida.

 AUTENTICIDADE É:
Aquilo que é fidedigno, que pertence ao autor a quem se atribui. Aquilo que é verdadeiro, real, legítimo, genuíno.

I. O CRISTÃO DEVE TER AS MARCAS DA VIDA DE JESUS:
1.1 —Jesus andou fazendo o bem (Atos 10.38)
A palavra “andar” simboliza a característica de vida. O cristão deve ter as características de Jesus. Existem pessoas que fazem mal ao próximo e se dizem evangélicas (Gálatas 6.9; Tiago 4.17).
1.2 — Jesus tinha urna vida irrepreensível (João 8.46)
Jesus leve autoridade e atributos morais para se confrontar com os fariseus. O cristão deve igualmente ser honesto (2 Coríntios 8.2 1).
1.3 —Jesus teve compaixão (Mateus 9.36)
A igreja também deve ter compaixão dos pecadores. Deve sair ao encontro de quem está sem salvação.
1.4 — Jesus teve um crescimento padrão
Ele crescia em estatura, graça e sabedoria (Lucas 2.52). Vivenciou corretamente os estágios da vida. Espiritualmente, o novo convertido também deve crescer gradativamente de acordo com o ensinamento da Palavra de Deus.
1.5 — Jesus possuía uma autoridade inquestionável
Ele teve autoridade para expulsar Satanás (Mateus 4.10) e deu- nos também autoridade (Marcos 16.17,18).

II. VERDADES SOBRE A VIDA CRISTÃ:
2.1-O cristão deve morrer (2 Coríntios 5.14,15; Colossenses 3.5-10)
 Morrer para a prostituição (os pecados da área sexual), para as impurezas (os vícios que contaminam o organismo), para a vil cobiça (que atrai com maior força os desejos de sua natureza), para a avareza (o amor às coisas materiais e ao dinheiro), para a ira (que produz ódio), para a cólera (raiva que fica entranhada), para a malícia, para a maledicência, para a mentira.
2.2 — Despir-se do velho homem e vestir-se do novo (colossenses 3.9)
Paulo usa uma linguagem figurada para explicar que o homem precisa renunciar a sua natureza pecaminosa.
2.3 - Não viver mais para si (Gálatas 2.20,)
O cristão não deve viver em função de seus projetos egoístas. Por outro lado, ele não precisa abandonar o emprego e tornar-se um monge para ter uma vida santificada. Precisa, sim, muitas vezes, deixar de comprar o que quer e investir mais no Reino de Deus.

III. O CRISTÃO QUE TEM AS MARCAS DE CRISTO DEVE:
3.1 — Fazer tudo para a glória de Deus (1 Coríntios 10.31)
Assim como precisamos suprir as nossas necessidades básicas para nossa existência, precisamos também glorificar a Deus pelas mínimas coisas.
3.2 — Gloriar-se no Senhor (2 Coríntios 10.17)
Gloriar-se no Senhor significa valorizar a salvação e exaltar-se em Cristo Jesus.
3.3 — Ter uma vida com abundância (João 10.10)
Isto quer dizer uma vida completa e obediente a Deus.
3.4 — confiarem Deus não apenas nesta vida (1 Coríntios 15.19)
Se esperarmos em Deus somente nesta vida, seremos os mais miseráveis de todos os homens e estaremos fadados ao fracasso.

CONCLUSÃO
O cristão autêntico baseia-se no testemunho público de fé, obedece à Palavra de Deus e pratica em seu dia-a-dia o que prega e ensina.

4 ordens de Deus a Jacó




a-luta-de-jaco

Texto: Genesis 35.v1
" DEPOIS disse Deus a Jacó: Levanta-te, sobe a Betel, e habita ali; e faze ali um altar ao Deus que te apareceu, quando fugiste da face de Esaú teu irmão."

 
Introdução: Talvez esse foi um dos momentos mais difíceis da vida de Jacó, e foi justo nesse momento que Deus encontrou a oportunidade para mudar a vida de Jacó para sempre.

È nos momentos mais difíceis da nossa vida que Deus sempre se revela para nos confortar e nos dar uma experiência com ele

Mas para que a benção de Deus se manisfetassem na vida de Jacó ele teve que obedecer quatro ordens

1-     Levanta-te: Deus quer uma nova postura
Jacó não estava prostado fisicamente, mas sim espiritualmente, aquele momento era de dificuldade para Jacó, e Deus não queria ver Jacó prostado diante das dificuldades e sim de pé.
Deus não quer que nos prostemos diante das dificuldades, Deus nos quer como um valente soldado na guerra pronto para pelejar contra as intempéries desta vida.
Levante-se, Esforça-te e tem bom animo, porque o Senhor é Contigo
Não deixe as circunstâncias da vida baixar a sua cabeça

2- Vai até Betel: Deus quer nos dar uma direção
a-      Para que a benção Deus se manifeste temos que estar atentos a direção que Deus esta nos dando.Quando estamos na direção de Deus, por mais espinhoso que  seja o caminho, podemos ter a certeza que a vitória é certa
b-      Betel significa “Casa de Deus” ou seja o lugar aonde Deus escolheu para nos encontrarmos com Ele.
Betel é o lugar da intimidade, da adoração, Betel é o lugar aonde podemos derramar a nossa alma diante de Deus.
Ex: Ana, mãe de Samuel e Asafe no Salmo 73

3- Habita ali: Deus quer perseverança
Não adiantaria nada Jacó chegar a Betel e no mesmo dia voltar embora, Deus queria que Jacó permanecesse naquele lugar.
Deus quer que permanecemos no lugar que ele preparou pra nós.
Temos que ser firmes e constantes muitas pessoas deixam de desfrutar das bençãos e da graça de Deus por não permanecerem na Betel de Deus

4- Edifica um altar: Deus quer comunhão
O altar é lugar maximo da nossa intimidade com Deus, altar significa sacrifício, renuncia, adoração.
Todos nós temos que edificar altares, pois o altar é a marca da nossa comunhão com Deus.

Conclusão:
Havia um propósito de Deus na vida de Jacó, mas para que esse propósito se realizasse Jacó teve que obedecer a essas quatro ordens que Deus lhe deu.
Façamos como Jacó para que a benção de Deus seja manifesta nas nossas vidas

Lições do Deserto


Lições do Deserto - [Esboços e Pregações]

Texto: Deuteronômio 8.1-5
Introdução
Significado de deserto, segundo os dicionários: Lugar desabitado, árido, sem água.
Imagine 2 milhões de pessoas, incluindo crianças, vivendo num lugar desses durante quarenta anos – FAZER UM RESUMO DA PEREGRINAÇÃO DO POVO DE ISRAEL NO DESERTO.
Às vezes parece que estamos vivendo no deserto. Temos então que aprender algumas lições com o povo de Israel.


I – O deserto não é um lugar definitivo

Quarenta anos o povo de Israel passou no deserto, porém o objetivo era a conquista da terra prometida.

CONTEXTUALIZAÇÃO: Almejamos o céu, nossa terra prometida, o nosso repouso (Hebreus 4.9). Porém para chegarmos lá é preciso:

1. PREPARAÇÃO: Ver Josué 1.10
Os israelitas teriam que levar provisão para a jornada. Precisavam estar bem alimentados. Encontramos o alimento espiritual na Palavra de Deus.
Deus fala através do Profeta Amós: “Prepara-te ó Israel para te encontrares com o teu Deus”. Amós 4.12b – ÊNFASE: Não é aos “de fora” que Deus está falando, mas ao seu povo.

2. VIDA DE SANTIFICAÇÃO: Ver Josué 3.5
Santificação é separação do mundo, isto é do pecado. A conquista da terra só foi possível depois que os israelitas se purificaram das contaminações prescritas na Lei. Temos na Bíblia, tanto no VT como no NT vários textos que nos exortam a viver em santificação. Eis alguns: Salmo 24.3-4 – Hebreus 12.14 – Tiago 1.27 – ÊNFASE: Não é suficiente ser religioso, mas é preciso abster-se do pecado.


3. VIDA DE CONSAGRAÇÃO: Ver o Capítulo 5 de Josué
A circuncisão representava a consagração do povo a Deus. No tempo da Graça, consagração é dedicação total de nossa vida a Deus. É preciso circuncidar o coração. ÊNFASE: A circuncisão era um sinal externo do compromisso com Deus. Não precisamos mais de rituais religiosos, pois o que Deus deseja é um coração quebrantado. Ver Salmo 51.17.
APLICAÇÃO: Se você parece estar vivendo no deserto, lembre-se que o deserto é o lugar de preparação para conquista da terra prometida.

II – No deserto Deus não nos abandona


Deus estava presente no deserto seja na nuvem (de dia), seja na coluna de fogo (à noite). O clima no deserto chega a temperaturas insuportáveis. Durante o dia chega a níveis altíssimos. A nuvem seguia os israelitas para amenizar o calor. À noite a temperatura cai a níveis insuportáveis. A coluna de fogo servia tanto para iluminar como para aquecer.

CONTEXTUALIZAÇÃO: A presença de Deus em nossa vida é suficiente para nos proteger das intempéries da vida. Todavia é preciso:

1. CLAMAR: Ver Jeremias 33.3
Clamar por socorro, nos momentos de angústia. No deserto. ÊNFASE: Davi clamou por socorro e o Senhor o livrou do “Poço de lama e perdição”. Salmo 40

2. FUGIR: Ver II Timóteo 2.22
Todos, independente de idade, temos que fugir do pecado. ÊNFASE: Fugir do pecado antes de ser covardia é sinal de temor a Deus. Exemplo: José Diante da mulher de Potifar.

3. OBEDECER: Ver I Samuel 15.22
Deus não está interessado em nosso serviço religioso apenas ritualista, mas deseja obediência aos seus mandamentos. ÊNFASE: Deus rejeita o culto ritualista do povo de Israel, como denuncia o Profeta Isaias.

APLICAÇÃO: Se você está passando pelo deserto, lembre-se que Deus é fiel e nunca vai te abandonar. É dela a promessa: “Nunca te deixarei e jamais te abandonarei".

III – Deus supre as nossas necessidades no deserto 

Durante quarenta anos o Senhor proveu comida, água, roupa e calçado para o povo. Verdadeiros milagres aconteceram no meio do povo de Israel.

CONTEXTUALIZAÇÃO: No campo espiritual Deus coloca a nossa disposição todo o suprimento para nos tirar do deserto. Use o armamento:

1. A PALAVRA: Ver Salmo 1.1-2
É por meio da leitura e meditação da Palavra que Deus fala conosco.
ÊNFASE: Foi pela Palavra que Jesus venceu a tentação no deserto.

2. A ORAÇÃO: Ver Mateus 7.7-8
É por meio da oração que falamos com Deus. Jesus garante que Deus ouve e responde as nossas orações. ÊNFASE: Jesus gastou mais tempo orando do que ensinando sobre oração.

3. A COMUNHÃO: Ver Salmo 133
O texto lembra o tabernáculo, local do culto naquela época.
ÊNFASE: É falta grave abandonar a congregação – Ver Hebreus 10.25

CONTEXTUALIZAÇÃO: Hoje temos o templo, onde a igreja se reúne para a adoração e a comunhão. Aqui o Senhor ordena a bênção.

CONCLUSÃO
Se você está passando pelo deserto, creia que Deus está te preparando para conquistas. Não desanime, pois a terra prometida, a nova Canaã é logo ali.

Jefté: um homem valoroso [Esboços e sermões]



sermao-jefté

Introdução:

Todas as vezes que um presidente de uma nação visita outro país, é da cerimônia protocolar levar flores ao Túmulo do Soldado Desconhecido.

Por que honrar um desconhecido?
Porque boa parte da batalha foi travada por homens que nunca saberemos o nome, mas que foram imprescindíveis na guerra.
SOMOS UM SOLDADO SEM NOME. Lutamos diariamente contra nós mesmos, medos, traumas, marcas que as feridas da vida deixaram em nós, imprecações malditas de um destino maldito assombram a nossa porta.
Hoje gostaríamos de extrair algumas lições da história de um homem chamado Jefté, eu quero provar para você que o destino de sua origem ou de seu meio não precisa ser terminal na sua existência.
Esta é a história de um menino judeu que nasceu “na zona” e terminou “na corte”! Nasceu e viveu sem dignidade, mas acabou a vida como JUIZ DO SEU POVO, o mais alto cargo daquela época!
Vejamos sua trajetória e suas lições!

Elucidação da História de Jefté:

1.     Jefté era um homem que carregava consigo uma marca que não queria cicatrizar, pelo menos aos olhos do mundo ao seu redor: ERA FILHO DA PROSTITUTA!
2.     Era um guerreiro corajoso, mas ERA FILHO DA PROSTITUTA. Currículo pesado para quem quisesse ser grande na vida!
3.     Seus irmãos o rejeitaram e o expulsaram de casa por que ERA FILHO DA PROSTITUTA
4.     Foi obrigado a viver entre marginais, pois só ali havia lugar para um rejeitado filho da prostituta; filho do pecado, filho da iniqüidade, do preconceito, do desamor, da crueldade humana que vende e compra o corpo humano como um objeto.
5.     Mas um dia o sol da justiça raiou na vida de Jefté. Os terríveis amonitas fizeram guerra contra Israel e assim como nos tempo de Davi e Golias, não havia quem liderasse o povo judeu. Jefté aceitou a oferta desde que fosse feito Juiz de Israel após a vitória. Deus lhe deu a vitória e Jefté venceu o estigma do destino.
6.     O Novo Testamento lhe coloca na galeria dos heróis da fé!

OS QUATRO ERROS DO SEU JULGAMENTO:

1.     Foi julgado pela sorte de sua origem e não pelo seu caráter.
1.1 – Era filho de uma prostituta, mas era incapaz de ser insincero, vivia no meio de homens levianos, mas não se deixou influenciar. É um desafio a psicologia comportamentalista (behaviorismo)...
1.2 – Quantos filhos de papais matam e roubam e a sociedade cala a boca, porque ele é filho de fulano, mas Jefté era filho da Prostituta, qualquer erro seu seria hiper dimensionado como destino certo.

2.     Foi julgado com desprezo por ter uma desvantagem na arena da vida
2.1 – Como ele muitos de nós nascemos com desvantagens, negros, cegos, coxos, nordestino, matuto, brasileiro, pobre, filho de pobres iletrados, filho de ladrões, prostitutas, mas Jefté foi abandonado pelos próprios irmãos por parte de pai...
2.2 – Hoje em dia o dinheiro nos divide. A sociedade tem a tendência de excluir aqueles que de uma forma ou de outra não se incluem, não se conectam conosco, não nos interessam. É como em um avião. Primeira classe tem tudo até banheiro demais.
2.3 – Inteligência Artificial de Steven Spielberg é uma crítica a esta desumanização. Quando os robôs são considerados obsoletos, são jogados fora, assim como acontece conosco hoje!

3.     Foi Julgado Prematuramente
3.1     – Expulsaram o futuro Líder do seu povo... O mesmo se você olhasse para o Lula há 30 anos atrás e dissesse “este rapaz vai terminar numa favela traficando crack...”
3.2 – Einstein foi reprovado em Física um dia e seu professor disse “esse menino é burro demais pra física...”
3.3 – Não diga aos 17 o que vai acontecer aos quarenta...

4.        Foi julgado como se Deus o tivesse esquecido

4.1     – Deus tem preferências – Lia diante de Raquel...Davi em meio aos seus irmãos fortes e bonitos
4.2  – A preferência de Deus é pelos rejeitados....Deus pega o barro jogado fora e transforma no futuro rei do sue povo....
4.3  – Por isso Jesus disse, Alegrai-vos quando vos rejeitarem e perseguirem e disserem todo mal contra vós...

TRÊS CONSELHOS BÁSICOS AOS JEFTÉS DA VIDA

1. NÃO SE DEIXE ARRASAR PELAS CIRCUNSTÂNCIAS DA VIDA PELAS QUAIS VOCÊ NÃO É O RESPONSÁVELA
a.     Se eu não pedi isto para minha vida eu não devo me arrasar por isto. Jefté não se limitou por seu filho de uma prostituta. Vamos construir um templo, pode achar que é pretensão de paraibano metido...
b.     Francis Bacon, poeta e filósofo inglês, “Não se pode negar que elementos externos influenciam nossas vidas. São favores, oportunidades, mortes, ocasiões apropriadas; mas o molde básico do destino de cada um está em suas próprias mãos”
c.     Não permita que as circunstâncias sejam determinantes para seu futuro. A vida não pode lhe derrotar se você chamar Deus para sua frente e lutar com ânimo...”eu venci o mundo...”
d.     A maioria das pessoas está presa a sua sorte...sou feio, sou baixinho, nariz muito grande, filho de um pai alcoólatra, mãe prostitua. Seu papel é mostrar que as forças do destino cruel não prevalecem na sua história.
e.     O Que Deus honra ninguém desonra...não seja um Jefté de braços cruzados
f.     Winston Churchill – O mando de campo é nosso e chegamos nas finais – agora é nós e eles somente! Avante! 04 anos depois Hitler se suicidava.

2. NÃO DESPREZE O TEMPO DE EXÍLIO
a.     Jefté usa o tempo entre os marginais para aprender a lutar com eles. O que você tem aprendido no exílio da vida, quando pessoas lhe menosprezam?

3. QUANDO DEUS ABRIR A PORTA QUEIRA O MELHOR
Jefté bradou, Quero ser Líder, quero ser cabeça. E você? Mercador de pérolas vendeu tudo por uma pérola de maior valor.

Icabô ou Ebenézer ? Qual o seu estilo de vida?




icabo-ebenezer-escolhaINTRODUÇÃO
Qual desses dois nomes você escolheria para definir o seu estilo de vida? Icabô ou Ebenézer? Se você escolher “Icabô”, saiba que esta palavra significa “nenhuma glória, derrota”. Mas se escolher “Ebenézer’ então poderá contar com a “Pedra de Socorro” (Jesus Cristo), que é o que este nome significa no original.


I. ATITUDES DE QUEM ESCOLHEU VIVER O ICABÔ: 

1.1 — Pratica a maldade
As pessoas que praticam a maldade são consideradas na Bíblia como filhas de Belial (1 Samuel 2.12a). Os habitantes de Sodoma e Gomorra que cercaram a casa de Ló (Gênesis 19.4) e os homens de Gibeá, que abusaram da concubina de um levita (Juízes 19.22-25), são exemplos de filhos de Beijai.

1.2— Não conhece Deus
Os filhos do sacerdote Eli não conheciam a Deus (1 Samuel 2.12b).
Muitas pessoas estão freqüentando há tantos anos a igreja, os seus nomes constam no rol de membros, participam da Santa Ceia do Senhor todos os meses, porém ainda não conhecem Deus!

1.3 — Rouba de Deus e toma para si
Hofni e Finéias, filhos do sacerdote Eli, costumavam roubar na Casa do Senhor (1 Samuel 2.13-17). Estes atos estão explícitos em 1 Samuel 2.14: “...tudo quanto o garfo tirava o sacerdote tomava para si...”
1.4 - Profana a Casa de Deus
O filhos de Eli se deitavam com as mulheres à porta da tenda
da congregação (1 Samuel 2.22).

1.5 — Dá mau exemplo
Devido às suas atitudes maléficas, os filhos de Eli não tinham boa fama entre o povo de Israel. 1 o que diz 1 Samuel 2.24.

1.6 — Não dão ouvidos à voz do Senhor
Hofni e Finéias não ouviram a voz do seu pai. Eles estavam com o coração endurecido, não obedeciam aos conselhos nem devam ouvidos à voz do Senhor (1 Samuel 2.25).

II. QUATRO CONSEQUÊNCIAS PARA AS PESSOAS QUE VIVEM O ICABÔ:

2.1— Serão desprezadas por Deus
Os que honram o Senhor serão honrados, porém os que o desprezam serão desprezados (1 Samuel 2.30b).

2.2 — Perdem a autoridade espiritual
O sacerdote Eli perdeu a autoridade sobre a sua casa, por isso o Senhor cortou o seu braço e o braço de sua casa (1 Samuel 2.31).

2.3 — Passarão necessidades
Por causa da desobediência, a casa de Eli passaria necessidades (1 Samuel 2.32,36).

2.4 — Sofrerão problemas emocionais
Em 1 Samuel 2.33 encontramos expressões, como “consumir os olhos”, “entristecer a alma”. Isto significa problemas emocionais graves. Profunda depressão, angústia e tristeza.

III. QUEM ESCOLHEU VIVER O EBENÉZER DE DEUS DEVE:
3.1 - Converter-se ao Senhor
Esta primeira condição está declarada em 1 Samuel 7. 3.

3.2-Afastar-se da idolatria
Viver o Ebenézer implica fazer o que manda 1 Samuel 7.3b: “... tirai dentre vós os deuses estranhos...”

3.3 — Preparar o coração ao Senhor
O coração é a sede do pensamento, da vontade, dos sentimentos. Então deixemos de fazer a nossa vontade, e façamos a vontade de Deus. Não deixemos que os maus sentimentos nos dominem, porém submeta mo-nos aos mandamentos de Deus. Sirvamos som ente ao Senhor, conforme diz 1 Samuel 7.3: ‘..servi a ele só...”

3.4 — Confessar os pecados
Só pode haver verdadeira conversão se o homem confessar os seus pecados e retirar os deuses estranhos de seu coração. Se agirmos assim, seremos salvos por Jesus (Romanos 10.9).

3.5 — Clamar ao Senhor
Façamos o que está em 1 Samuel 7.8: “Não cesses de clamar ao Senhor...”

3.6 — Sacrificar ao Senhor
Em 1 Samuel 7.9 está escrito: “Então tomou Samuel um cordeiro que ainda mamava e sacrificou-o inteiro em holocausto ao Senhor...”
O crente que serve a Deus terá de fazer sacrifícios, não brincar de Igreja.

CONCLUSÃO
Que o Ebenézer de Deus esteja sobre todos os crentes que verdadeiramente servem ao Senhor. Icabô é afastamento de Deus, e
Ebenézer, a aproximação de Deus. Façamos a escolha acertada e sejamos vitoriosos. 

Autor: Pastor Silas Malafaia
Livro: Pregando poderosamente a palavra de Deus

UM CONVITE AO SEDENTO Is 55.1




a
- Na época em que este texto foi escrito, havia um costume social que explica este fato:
- Pessoas com riqueza compravam uma certa quantidade de água e enviavam os seus servos com os cântaros às costas (os aguadeiros), que gritavam ao povo pobre: "vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço!".
Hoje também somos convidados a estas duas atitudes: primeira, ser os servos que anunciam a água da vida; segundo, recebermos tão grande oferta.
I. A OFERTA É PARA TODOS INDISTINTAMENTE
- Nossa mente não compreende a extensão do grande amor de Deus - Efésios 3.18-19
- Deus amou a todos e a salvação é para todo o que nele crê - João 3.16;
- De maneira nenhuma, ELE o lançará fora - João 6.37
- Deus convida a todos os que estão sobrecarregados - Mateus 11.28]
- Cristo Jesus derrubou o muro de inimizade - Efésios 2.14
- Cristo rompeu o véu da separação - Hebreus 10.22
- O Deus da Bíblia é o Deus sem barreiras, sem preconceitos
II. HÁ UMA CONDIÇÃO: PARA OS QUE TÊM SEDE
- A sede é a condição para nos achegarmos ao Senhor - Lucas 19.3;
- A nossa alma tem sede das coisas espirituais - Salmo 42.1-1; 63.1;
- Deus nos abençoa na mesma proporção que temos capacidade para recebermos - Salmo 81.10, 2 Reis 4.6;
recebemos conforme a medida da nossa fé
- É preciso quetenhamos sede das coisas de Deus: coisas novas, coisas grandes, coisas firmes, coisas portentosas, precisamos conhecer o Deus de Jeremias 33.3;
- Bem aventurado são os que têm fome e sede... pois eles serão fartos - Mateus 5.6
III. PRECISAMOS NOS APROPRIAR - COMPRAR E COMER
- Comprai, significa apropriar, tomar posse - a salvação de Deus é oferecida a todas as pessoas indistinatamente;
- No entanto muitos não se apropriam, alguns até a rejeitam;
- Ninguém mais vai para o inferno por causa do pecado, mas sim por rejeitar o perdão de Deus;
- Não é Deus quem condena a pessoa, mas esta, por desobediência vira as costa ao Senhor e, com este gesto, diz não á dádiva do Senhor;
- comer é o mesmo que desfrutar - usufruir - muitas pessoas têm a salvação, mas vivem sob o peso da condenação
Somos filhos, assentemo-nos à mesa e sirvamo-nos das farturas que o Pai oferece - 1 Timóteo 6.12
IV. HÁ UM INCENTIVO: "SEM DINHEIRO E SEM PREÇO"
- embora a salvação seja pela graça e de graça, o preço é alto e caro que somente um Senhor extraordináriamente rico podia pagar;
- Ao derramar o sangue preciso na cruz, Jesus pagou todo o preço necessário - tudo está consumado;
- toda a riqueza do mundo não pode pagar por uma única alma - pos isso Jesus nos oferece gratuitamente;
Conclusão:
-Quer matar a sede que atormenta a sua alma? Achege-se a Cristo. Ele é a fonte de onde jorra a água da vida - Apocalipse 21.6

Fonte: www.ibipatobranco.org/

FILIPE, EXEMPLO DE UM VERDADEIRO CRISTÃO



 
At 8.26-38.

- Como e por onde começo uma vida que glorifique a Deus e que seja a de um verdadeiro embaixador de Cristo?
- Uma das biografias que melhor ilustra esse ponto e a de Filipe, que levou o funcionário etíope aos pés de Cristo.
- Vejamos quais características Deus usou na vida deste homem.
1 - É UMA VIDA COM CARÁTER SÓLIDO - (ATOS 6.3-5).
- Foi eleito como diácono devido ao seu caráter;
- Suas ações publicas eram compatíveis com sua vida privada;
- Sua própria vida fazia com que as pessoas falassem positivamente a seu respeito;
2 - É UMA VIDA QUE SE DEIXA GUIAR PELO ESPÍRITO SANTO (ATOS 8.29).
- Escuta e distingue quando o Espírito Santo lhe fala;
- Obedece a orientação do Espírito Santo.
- Deixa que o Espírito Santo tome a iniciativa em sua vida;
3 - É UMA VIDA IMPREGNADA DA PALAVRA DE DEUS (ATOS 8.35).
- Conhece o conteúdo das Escrituras.
- Sabe o contexto das Escrituras (Isaias 53);
- Sabe como explicar Cristo nas Escrituras (Atos 8.35)
4 - É UMA VIDA QUE SE ENCAIXA PERFEITAMENTE NO PLANO SOBERANO DE DEUS.
- Deus dispôs que o etíope estaria lendo Isaias 53 naquele momento.
- Deus dispôs que Filipe estivesse ali naquele momento
- Deus determinou os detalhes para que a história se desenvolvesse com êxito;
5 - É UMA VIDA COMUM, COMO A DE QUALQUER PESSOA, PORÉM NAS MÃOS DE DEUS
- Deus trabalhou na vida desse um homem comum como Filipe;
- Filipe seguramente enfrentou temores e dúvidas, porém se dispôs a estudar, memorizar e evangelizar, deixando osresultados por conta de Deus;
- Deus faz coisas extraordinárias nas mãos de pessoas comuns.
- faça uma lista dos seus familiares, amigos, vizinhos e conhecidos que você sabe que precisam escutar acerca de Jesus Cristo e peça a Deus oportunidade para falar-lhes de Cristo
- Dedique-se a conhecer as Escrituras, lendo-as e estudando-as até saber como encontrar Cristo em qualquer passagem, deixando que o Espírito Santo molde a cada dia o seu caráter.


Postado por Pr. Israel H. Dacioloàs 03:55