RADIO TAJENOJE

Feb 19, 2013

Testemunhos de ex testemunhas de Jeová.





Perto dos meus 10 anos de idade eu era um católico praticante. Mas estava com muitas dúvidas sobre Deus e a fé. Foi triste admitir, mas eu sabia que o catolicismo não poderia me dar as respostas certas. Um dia as Testemunhas de Jeová bateram à minha porta. Falaram-me que a terra seria transformada num paraíso muito em breve. Abracei aquela verdade de todo o coração, sem prever que anos mais tarde eu negaria tudo.
Por ter aprendido a amar tanto a “Organização” das TJs fui perdendo o amor e a confiança dos meus familiares. Mas eu preferi ser fiel a Deus (como pensava) sendo fiel a uma organização religiosa. Eu a defendia, como ser comprovado pela revista Veja de 05/07/87 onde apareço numa foto discutindo com um evangélico.
Entrei para a organização religiosa das TJs com quase 11 anos de idade. Mas, durante os 10 anos em que fui T J foram roubados meu amor, alegria, liberdade, família, sonhos e esperanças, carreira e formação. Os mais belos anos da minha juventude ficaram no altar da Sociedade Torre de Vigia (nome oficial da organização das TJs). Desiludido pedi meu desligamento em 1988. Por causa da minha saída passei a ser chamado de “demoníaco, apóstata, fornicador espiritual, etc.”. As amizades que cultivei ali durante 10 anos foram perdidas pelo fato de eu deixar de ser TJ.
Mas, graças a Deus, alguém me orientou no caminho certo e eu reconheci que Jesus Cristo morreu para me salvar e me dar plena libertação dos pecados e das religiões falsas. Ele (Jesus) disse que ninguém poderia ir a Deus a não ser por meio dele (Evangelho de João 14:6) e não por uma organização religiosa. Hoje, na verdade, sou livre e sirvo a Deus com muita alegria.

Wagner Santos Cunha

 - - - - -

página 4

Após 18 anos fiel Testemunha de Jeová  tomei conhecimento da existência de uma pirâmide colocada junto ao túmulo de Charles Taze Russell (o fundador do grupo), morto em 1916. procurei certificar-me do fato e acabei descobrindo outras práticas ocultistas dos líderes. Ou seja, envolvimento com a Maçonaria Templária, Piramidologia, símbolos da Teosofia nas suas publicações, etc.
Escrevi para a sede da seita em busca de esclarecimentos e acabei sendo excluído arbitrariamente por ter descoberto tais práticas ocultistas. Perdi os amigos e os relacionamentos cultivados por 21 anos em que trabalhei gratuitamente para essa seita vendendo suas literaturas de porta em porta. Mas Deus, no seu infinito amor, não me deixou desamparado. Antes me acolheu e deu verdadeiro sentido à minha vida.
Hoje, eu e minha esposa Carmencita, que também foi TJ por 23 anos, depois de termos experimentado o verdadeiro amor de Jesus Cristo estamos congregando numa Igreja Batista e procuramos ajudar as pessoas a se livrarem do engano das seitas e a também experimentarem o maravilhoso amor de Jesus Cristo.
Se você quiser saber mais sobre as práticas ocultistas entre as Testemunhas de Jeová, escreva-me.

Helio Eduardo de Souza & Carmencita

Centro de Pesquisas Religiosas
Caixa Postal 950
Teresópolis, RJ
25951-970

NÓS FOMOS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ


Folheto do CPR - www.cpr.org.br
NÓS FOMOS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ

“Entrei para a organização religiosa das TJs com quase 11 anos de idade. Mas, durante os 10 anos em que fui T J foram roubados meu amor, alegria, liberdade, família, sonhos e esperanças, carreira e formação.”

página 2

TESTEMUNHO DE WASHINGTON MIGUEL, MEMBRO DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA DA FUNDAÇÃO, RIO DE JANEIRO (RJ)

Cresci num lar de Testemunhas de Jeová. Aos 15 anos fui batizado e aos 22 já era ancião de congregação (cargo máximo nos  salões do reino). Com 35 anos de idade pedi meu afastamento devido a várias desilusões que sofri como Testemunhas de Jeová. Por que saí de lá?
Percebi que o amor pregado, na verdade não era praticado. Dou um exemplo: Constantemente eu hospedava em casa alguns superintendentes de circuito (missionários viajantes) que davam tempo integral e exclusivo àquela seita. Seu trabalho era fiscalizar regularmente as congregações (salões do reino). Muitas vezes eles dormiam e se alimentavam em condições precárias, prejudicando-lhes a saúde.
O que me deixava estarrecido e revoltado é que eles eram representantes de uma organização religiosa arquimilionária e estavam passando necessidades. Eu e a minha congregação, movidos de compaixão, ao sabermos do descaso dos líderes dessa seita, éramos forçados a suprir algumas necessidades deles, como: pagamento do INSS na base de 1 salário mínimo, roupas, remédios, exames de saúde, etc.
Outra desilusão foi que eu mesmo me vi trabalhando de graça, não para promover as bênçãos do Reino de Deus, mas, sim, para aumentar os lucros de uma das maiores (talvez a maior) editoras do mundo. Angustiava-me saber que sequer um centavo daquela fortuna era aplicado em serviço social, como hospitais, creches, colégios, etc.
Saí de lá desiludido. Mas posso afirmar que durante os anos em que fui TJ convivi com pessoas humildes e simples que, enganadas, ainda acreditam que estão na religião verdadeira. Manipuladas pelos líderes, falam de Cristo sem, contudo, poderem se beneficiar do sacrifício expiatório de Jesus Cristo na cruz.
Você já parou para pensar no que pode ser feito para ajudar a libertar as TJs dessa escravidão?

Washington Miguel Felix da Silva

15 RAZOES PORQUE NAO POSSO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ



15 RAZOES PORQUE NAO POSSO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ

Os ensinamentos claros e cristalinos da Palavra de Deus não dão lugar a que se abrace as doutrinas das Testemunhas de Jeová após um estudo bíblico completo. Os ensinamentos básicos dessa seita estão em conflito com as Escrituras. Quinze dos seus erros doutrinários excepcionais foram abaixo relacionados e constituem razões sólidas para que ninguém se filie às Testemunhas se quiser continuar apegado a verdade divina.
1.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A DIVINDADE ABSOLUTA E SINGULAR DE JESUS CRISTO. As Escrituras demonstram que o Senhor Jesus Cristo é Jeová.
Isaías 41:4, 44:6, e 48:12 declaram que o atributo de ser o "primeiro e último" pertence a Jeová somente. Apocalipse 1:7-8,11,17 e 22:13-14 apresentam Jesus Cristo com exatamente esse mesmo atributo, fazendo dEle, portanto, Jesus Cristo, o Jeová dessas passagens, e de todo o Velho Testamento.
Isaías 45:22-25 fala de uma adoração universal, que um dia toda a humanidade prestará a Jeová. Filipenses 2:9-11 aplica esta passagem de Isaías a Jesus Cristo.
Isaías 44:22-23 apresenta Jeová como Redentor. Efésios 1:7 estabelece Jesus Cristo como esse Redentor.
Em Isaías 45:24 e 54:17 Jeová é a nossa justiça. Em 1 Coríntios 1:30 Jesus Cristo é a nossa justiça.
Isaías 43:11 reserva a Jeová somente a obra da salvação do homem: "Fora de mim não há Salvador." Tito 2:13 ensina que Jesus Cristo é o Salvador, estabelecendo-O, portanto, como o Jeová de Isaías, capítulo 43.
O estudante honesto das Escrituras há de ler, estudar e comparar os versículos acima apresentados.
2.  As Testemunhas DE JEOVÁ ENSINAM QUE JESUS CRISTO É UM SER CRIADO - SIMPLESMENTE UM OUTRO DEUS.
Este erro doutrinário foi criado pelas Testemunhas de Jeová através de sua estúria Tradução "Novo Mundo". que apresenta João 1:1 da seguinte maneira: "E o verbo era um deus". Isaías nega este erro enfaticamente em 43:10, 44:6 e 45:5,12, e prova que sua tradução de João 1:1 é ilegítima. Quatro vezes Jeová declara a impossibilidade de haver "um outro deus" ou "um deus"além dEle mesmo. Qualquer estudante honesto das Escrituras deve reconhecer a exclusividade única de Jeová.
3.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A PERSONALIDADE E DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO.
Das muitas referências bíblicas que demonstram que isto não é verdade, João 16:13-14 é a principal. Oito vezes o Senhor Jesus se refere ao Espírito Santo usando o pronome pessoal masculino "ELE". A palavra grega "ESPÍRITO" é neutra mas o pronome empregado não é neutro mas masculino. Cristo estava teologicamente certo nisto, reconhecendo a personalidade do Espírito. Se o Espírito Santo não fosse uma pessoa, o pronome neutro é que seria usado e a gramática da passagem ficaria intacta. Jesus Cristo, o Filho de Deus, JAMAIS COMETEU UM ERRO.
Até a própria tradução "Novo Mundo" das Testemunhas reconhece a personalidade do Espírito na tradução desses dois versículos. A divindade do Espírito Santo está claramente demonstrada nas referências abaixo que o estudante honesto deve estudar com todo o cuidado: Atos 5:3-4, 1 Coríntios 3:16, 2 Coríntios 13:14. Em 1 Coríntios 12:4-6 o Espírito Santo é chamado de Senhor, v. 5, e Deus, v. 6. Ao colocar Isaías 6:8-10 junto a Atos 28:25-27, toma-se evidente que o Deus de Isaías 6 é o Espírito Santo.
4.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A DOUTRINA BÍBLICA DA TRINDADE.
Embora a verdade da Trindade seja considerada divertida pelas Testemunhas, ela não obstante constitui parte da revelação de Deus. O estudante da Bíblia descobre que há uma Pessoa nas Escrituras, conhecida como Pai, que é Deus, Efésios 1:2. Há uma outra Pessoa nas Escrituras, chamada de Filho, Jesus Cristo, e que é Deus, Tito 2:13. Há ainda uma outra Pessoa chamada de Espírito Santo, que é Deus também, Atos 5:3-4. A palavra grega theos, "Deus". foi usada em relação a todas essas três Pessoas, concedendo assim a mesma divindade a cada uma delas. O estudante cuidadoso também nota o fato da Trindade em, Isaías 48:17, 28:19, 2 Coríntios 13:14. A conclusão é simplesmente que há um só Deus manifesto nas três Pessoas conhecidas como Pai, Filho e Espírito Santo e, considerando que cada uma dessas Pessoas é Deus, elas são iguais.
5.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A RESSURREIÇÀO FÍSICA E CORPORAL DE JESUS CRISTO.
A sua falsa doutrina declara: "O homem Jesus está morto, só o Seu espírito ressuscitou." O testemunho de Jesus Cristo é completamente diferente, Lucas 24:36-45. Mesmo um exame superficial do v. 39 desfaz qualquer dúvida referente à ressurreição corpórea. Tomé encontrou-se com o Cristo fisicamente ressuscitado, João 20:24-29, como também os outros discípulos que comeram peixe com Ele, João 21:12-14. Paulo testifica a ressurreição física de Jesus Cristo em 1 Coríntios 15:3-19. Os guardas junto à sepultura. os principais dos sacerdotes e o Sinédrio jamais teriam ficados, em Mateus 28:11,15, se "apenas o Seu espírito ressuscitasse".
6.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A VOLTA FÍSICA E VISÍVEL DE JESUS CRISTO.
Eles dizem: "Não devemos esperar que Ele torne a voltar como um ser humano". A volta fica mais adequadamente traduzida por presença e se refere à presença invisível do Senhor. Contrastando com isso, o estudante da Bíblia descobre que a verdade é que JESUS CRISTO VAI VOLTAR novamente, física e literalmente. Em Apocalipse 1:7, "todo o olho o verá". Em 1 Tessalonicenses 4:16-17, "o Senhor mesmo...descerá dos céus" E em Atos 1:10-11, "assim virá do modo como o vistes subir". O testemunho dessas passagens é irrefutável.
7.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A PRESENÇA DO CRENTE COM CRISTO APÓS A MORTE.
De acordo com 2 Coríntios 5:8, Filipenses 1:21-24 e Lucas 16:20-22, o crente, imediatamente após a morte, passa para a presença de Cristo. O corpo fica no solo, João 11:11-14, aguardando a ressurreição, 1 Coríntios 15:20-23, enquanto a alma e o espírito, agora separados do corpo, Tiago 2:16, entram no céu.
8.  As Testemunhas DE JEOVÁ REPROVAM A ESPERANÇA QUE O CRENTE TEM DE IR PARA O CÉU.
João 14:1-3, Filipenses 3:20-21, 1 Pedro 1:3-5 e Apocalipse 3:12 são apenas algumas das muitas passagens bíblicas que falam da "esperança viva" de estar com Cristo para sempre.
9.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A REALIDADE E ETERNIDADE DO CASTIGO FUTURO.
As Escrituras falam da realidade do inferno. O Senhor Jesus Cristo falou mais do inferno do que do céu e nos informou que o inferno é uma fornalha de fogo, Mateus 13:49-50, um lugar preparado para Satanás e os seus emissários, Mateus 25:41, de fogo que não se extingue, Marcos 9:42-48. Além disso, Ele insistiu no fato do inferno ser eterno. A palavra grega aionios,que traduz "aquilo que não tem fim". e que foi usada para descrever a vida eterna mencionada em João 3:16, e a eternidade de Deus em Romanos 16:26, foi deliberadamente usada por Cristo para descrever a duração do inferno, Mateus 18:8, e por João, em Apocalipse 14:11. Aioniosnão tem um significado duplo. Se ela quer dizer que Deus é eterno e a vida que o crente recebe é eterna, então deve significar que o inferno também é eterno.
10.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A SALVAÇÃO PERFEITA DA CRUZ DE CRISTO.
Sem qualquer justificativa bíblica, as Testemunhas ensinam que o Milênio, os mil anos do reino de Cristo na terra, proporcionará a toda a humanidade, desde Adão em adiante, que ressuscitará, uma oportunidade, sob condições favoráveis, de receber a salvação eterna. Onde encontrar um único versículo bíblico que apoie tal coisa? O Senhor Jesus Cristo comprou nossa salvação na Cruz, Romanos 3:21-26, e resta ao homem crer e ser salvo, Efésios 2:8-9 e Atos 16:30-31. A salvação é totalmente a parte de qualquer esforço humano, Romanos 3:27-28.
11.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM O PATRIOTISMO E A CONTINÊNCIA À BANDEIRA.
As Escrituras ordenam aos crentes a serem cidadãos leais. O estudante cuidadoso verá isto em Romanos 13:1-7, 1 Pedro 2:13-15 e Mateus 22:21.
12.  As Testemunhas DE JEOVÁ ESTÃO CONFUSOS QUANTO AOS 144.000.
Através de boas obras e esforço sincero uma Testemunha de Jeová tem esperança de se tornar um membro do grupo dos 144.000. Nos dois capítulos em que foram mencionados os 144.000, Apocalipse 7 e 14, o estudante das Escrituras nota que os 144.000 são, realmente; Judeus das tribos, sem gentios entre eles, 7:4-8, são todos homens, 14:4, servirão durante a Grande Tribulação, 14:6-13, e não receberão a sua posição mediante obras mas serão designados por Deus, 7:3. Por mais que se force a imaginação. nenhuma interpretação bíblica aceitável pode garantir a essa seita gentia posição entre os 144.000.
13.  As Testemunhas DE JEOVÁ USAM UMA TRADUÇÃO DETURPADA DA BÍBLIA.
A Tradução "Novo Mundo" das Escrituras Gregas Cristãs é uma tradução desajeitada do Novo Testamento, que não tem nenhuma reputação entre os mestres do grego. A tradução foi alterada para se encaixar na heresia. Por exemplo. a palavra allos. "outro". não aparece no texto grego de Colossenses 1:16-17, mas foi inserida quatro vezes em sua tradução para que Cristo apareça ser parte da criação e, desse modo, se encaixe em sua doutrina que afirma ser Ele um filho criado, um outro deus. "?.porque por meio dEle todas as coisas foram criadas". Esta e dezenas de outras passagens tornam a tradução "Novo Mundo" em uma caricatura da Palavra de Deus.
14.  As Testemunhas DE JEOVÁ TEM UM SISTEMA DOUTRINÁRIO QUE SE BASEIA NAS INTERPRETAÇÕES DE CHARLES TAZE RUSSEL.
Em 1874. um camiseiro do Brooklyn, chamado Charles Taze Russel, anunciou que era dono da verdade. Em suas muitas obras Russel "não deixou quase nenhuma grande verdade ou doutrina fundamental não tocada com suas conclusões heréticas e injustificadas". Dr. Win. E. Biederwolf. Conforme um cuidadoso estudo pode revelar, as obras de Russel servem de base fundamental para a estrutura das Testemunhas de Jeová. Atualmente as Testemunhas de Jeová estão seguindo as conclusões falidas de um patife que se divorciou de sua esposa, teve problemas com os tribunais e que enganou seus seguidores vendendo-lhes "trigo milagroso" a preço exorbitante, o qual ele proclamava que produzia 15 vezes mais do que o trigo comum.
15.  AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ NEGLIGENCIAM A VASTA ÁREA DE VERDADES BÍBLICAS.
Uma análise cuidadosa dos diversos livros, panfletos, e revistas editados pela Torre de Vigiarevela que apenas uma pequena porcentagem Bíblica foi por eles usada. Eles não citam mais de 7% das Escrituras, deixando o restante da Palavra de Deus não mencionada.

Autor: Robert Mignard
Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

Feb 18, 2013

VENCENDO OS DESERTOS DA VIDA




deserto-da-vidaINTRODUÇÃO Nós somos a Igreja e saímos do mundo, que é o Egito, e caminham os pelo deserto da vida. O que Israel enfrentou no deserto, nós também enfrentamos em nossa trajetória de vida rumo ao céu. O deserto é o lugar da ação de Deus na vida do Seu povo.
TRAJETÓRIA É: Uma linha descrita por um ponto material em movimento, percurso, direcionamento, caminho, via. 

I. ALGUNS OBSTÁCULOS QUE ISRAEL ENFRENTOU AO ATRAVESSAR O DESERTO, E QUE SE IDENTIFICAM COM A NOSSA VIDA ESPIRITUAL: 1.1 —A sequidão O homem sem Deus está espiritualmente seco (Lucas 11.24,25). 1.2 — Os inimigos Geralmente, no deserto encontramos o nosso inimigo espiritual (Mateus 4.1).
1.3 —A solidão Muitas vezes nos sentimos sós no deserto desta vida (Salmo 102.1,2).
1.4 — O contraste atmosférico Durante o dia, no deserto faz 45 graus e, à noite, zero grau. A nossa vida também é variável. Algumas vezes estamos alegres, e outras vezes, tristes (Provérbios 14.13).
1.5—A morte Se desobedecermos à Palavra de Deus, certamente morreremos eternamente (Deuteronômio 30.15-17).
1.6— Terreno invariável Ainda que andemos muitos quilômetros pelo deserto, temos a sensação de que não saímos do lugar, porque o aspecto do lugar continua o mesmo. A vida do homem sem Deus se parece com o deserto. Nada muda (Salmo 103.15,16). 


II.A DIREÇÃO DE DEUS ESTÁ ALICERÇADA SOBRE QUATRO FUNDAMENTOS:
De acordo com Êxodo 13.21,22, podemos afirmar que a direção
de Deus é:
2.1 —Vista O povo de Israel via a nuvem e a coluna de fogo.
2.2 — Percebida O povo de Israel percebia a presença da nuvem e da coluna de fogo.
2.3 Entendida O povo de Israel entendia que tudo isto representava a direção de Deus.
2.4-Sentida O povo de Israel sentia que a coluna de fogo aquecia de noite e a coluna de nuvem refrescava o calor durante o dia.
III. COMO O ISRAEL DE DEUS, PODEMOS CONTAR COM A DIREÇÃO DE DEUS. ALGUNS CAMINHOS POR ONDE DEUS NOS CONDUZ: 3.1 — Ele nos conduz por muitos caminhos que muitas vezes não entendemos Israel parou de frente para o mar e estava sendo perseguido por Faraó (Êxodo 14.9). O povo não entendeu porque estava passando por aquela situação (Êxodo 14.10,11). Deus também faz isso conosco.
3.2 — Ele nos conduz por um caminho que os outros não entendem Faraó não entendia os caminhos de Deus para Israel. Ele pensava que este povo estava perdido no deserto (Êxodo 14.3). Os Ímpios também não entendem o caminho que trilhamos para a salvação.
3.3 — Ele nos conduz por um caminho que não imaginamos
O povo de Israel não imaginava que poderia passar pelo meio do mar (Êxodo 14.21,22). Em nossa vida, Deus também abre caminho para que passemos pelo meio das circunstâncias.
3.4 — Ele nos conduz por um caminho mais longo Deus fez o povo de Israel rodear por um caminho mais longo (Êxodo 13.18). Os israelitas eram escravos e não tinham experiência de guerra. Às vezes, Deus nos faz rodear em torno dos nossos objetivos porque ainda não é tempo de realizar os nossos sonhos.
3.5 — Ele nos conduz por um caminho seguro Isto porque Deus nos faz habitar em segurança (Salmo 4.8).
3.6 — Ele nos conduz por um caminho certo Vamos chegar ao objetivo que Deus quer para as nossas vidas por meio do novo e vivo caminho que Ele mesmo nos preparou (Hebreus 10.20).
3.7— Israel pôde contar com a proteção do Senhor No deserto faz zero grau à noite, e, de dia, 45 graus. No deserto há serpentes venenosas. Mas Deus enviou uma coluna de nuvem de dia e urna coluna de fogo à noite. O crente não deve temer as perseguições do inimigo (Tiago 4.7).
IV. COMO O ISRAEL DE DEUS, PODEMOS CONTAR COM O SUSTENTO
DO SENHOR

Deus:
4.1 — Mandou o mana para Israel durante os 40 anos no deserto
(Êxodo 16.35). 
Podemos contar com o sustento de Deus na área material, pois
todos nós esperamos dEle o nosso sustento (Salmo 104.27-
29).
4.2 — Fez jorrar água da rocha para saciar a sede do Seu povo
(Êxodo 17.6). 
Deus também nos sustenta emocionalmente (2 Coríntios 1.3,4; 7.5,6).
4.3 Protegeu o Seu povo com uma coluna de nuvem de dia, e
uma coluna de fogo à noite (Êxodo 13.22). 
Todos esperamos o sustento de Deus no tempo oportuno (Salmo 104.27,28).Deus também nos sustenta espiritualmente (Mateus 4.4).

V. COMO O ISRAEL DE DEUS, PODEMOS CONTAR COM OS MILAGRES DE DEUS Os milagres estão sustentados sobre quatro pilares:
5.1 — O milagre é espantoso São fatos extraordinários. Por exemplo: a abertura do mar Vermelho (Êxodo 14.21).
5.2 — O milagre é incomum São fatos que não acontecem a todo momento.
Por exemplo:
o maná que caía do céu (Êxodo 16.4).
5.3 — O milagre é uma experiência inédita São fatos nunca vistos. Por exemplo: o povo caminhar pelo meio do mar (Êxodo 14.22).
5.4 O milagre é inexplicável São fatos que não podem ser explicados racionalmente. Por exemplo: as muralhas de água de ambos os lados (Êxodo 14.22b).
O QUE É MILAGRE
Não confundamos cura divina com milagre, se bem que têm havido curas em circunstâncias tão adversas que alcançam a dimensão do milagre. Podemos ser afetados por algum tipo de problema físico que o médico pode operar-nos e sermos curados, ou também podemos ser curados por Jesus. Porém, milagres somente o Senhor poderá fazer.
VI. COMO O ISRAEL DE DEUS, PODEMOS CONTAR COM A REVELAÇÃO
DE DEUS 
Ele revelou ao Seu povo:
6.1 —A lei (Êxodo 34.1-4);
6.2 
— O tabernáculo (Êxodo 25.1-9). Ele nos revela a Sua vontade:
6.1 — Por meio de sonhos (Mateus 2.22);
6.2 
— Por meio de visões (Atos 9.11,12; 2 Coríntios 12.1);
6.3 
— Por meio de profecias (Atos 21.10,11).
VII. COMO O ISRAEL DE DEUS, PODEMOS CONTAR COM A VITÓRIA DE DEUS Enquanto andou na presença de Deus, Israel foi vitorioso. Entre tantos outros inimigos, o povo de Deus venceu:
7.1 — Os egípcios (Êxodo 14.30);
7.2 
— Os cananeus (7osué 10.40; 11.11,12);
7.3—Jericó,Ai, e mais cinco reis (Êxodo 10.1 -21). 
Assim como deu vitória a Israel, Deus também dá vitória à Igreja de Cristo sobre os problemas em todas as áreas de sua vida.

CONCLUSÃO A salvação compreende três estágios: livrarmo-nos do Egito, caminharmos vigilantes no deserto e chegarmos a Canaã. No céu, veremos Jesus como Ele é. Se quisermos fazer do deserto a nossa morada, a nossa trajetória será de murmuração, derrotas e de morte. Se o nosso coração estiver no Egito, nunca chegaremos a Canaã. Porém, se o nosso coração estiver firmado nas promessas de Deus, não terá deserto que nos paralise.