Jul 16, 2014

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)



O cantor Davi Sacer está divulgando o CD “Venha o Teu Reino” lançado pela Som Livre. Recentemente a gravadora divulgou em seu canal do Youtube o vídeo clipe da canção que dá título ao trabalho.
O clipe foi gravado no Rio de Janeiro e além de mostrar as belas paisagens da cidade, também mostra a participação de amigos e familiares do cantor.
“Venha o Teu Reino” é uma oração cantada com base na oração do Pai Nosso, ensinada por Jesus. “Venha o teu reino/ Faça a tua vontade/ Seja assim na Terra/ Como é no Céu”, diz o trecho da música.
A faixa nº 2 do álbum é a primeira música de trabalho e pode ser ouvida nas principais rádios evangélicas do Brasil. Além da versão física, o CD “Venha o Teu Reino” também pode ser adquirido em formato digital pelo iTunes.
Confira o vídeo clipe:






Teólogo Stanley Horton morre aos 98 anos

Teólogo Stanley Horton morre aos 98 anos

Algumas de suas obras foram publicadas no Brasil pela CPAD
por Leiliane Roberta Lopes

Teólogo Stanley Horton morre aos 98 anosTeólogo Stanley Horton morre aos 98 anos
Faleceu no último sábado (12) o teólogo Dr. Stanley Monroe Horton, 98 anos, ele é morava em Maranatha Village, Springfield, Missouri (Estados Unidos).
A vida de Horton está ligada com a história do avivamento espiritual de seu país. Seus avós maternos, Elmer Kirk Fisher e Clara Daisy Sanford, participaram do avivamento da Rua Azusa em 1906, rua onde morou por alguns anos.
Em 2006 Stanley Monroe Horton retornou ao endereço para participar do Centenário Azusa sendo considerado pelo superintendente-Geral das Assembleias de Deus nos EUA, pastor George O. Wood, como “ponte que liga o renascimento Azusa até os dias atuais”.
Ao longo de sua história como teólogo, Horton contribuiu com seu conhecimento escrevendo livros, muitos deles traduzidos para o português pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) e em seu currículo há feitos como a ministração de aulas de teologia em 25 países, ofício que ele exerceu até os 92 anos. Com informações do blog Fronteira Final

Muçulmanos destroem túmulo do profeta Jonas

Muçulmanos destroem túmulo do profeta Jonas e incendeiam 11 igrejas



Muçulmanos destroem túmulo do profeta Jonas e incendeiam 11 igrejas
Muçulmanos destroem túmulo do profeta Jonas
Reconhecido como profeta por judeus e cristãos, a figura bíblica de Jonas é famosa por ter sobrevivido por três dias no estômago de um grande peixe no fundo do mar, tendo saído dali para pregar em Nínive. A tradição milenar que indicava o local de seu túmulo na cidade de Mosul, no território do atual Iraque, acaba de ganhar um triste capítulo.
Desde a semana passada surgiram rumores, só agora confirmados oficialmente, que membros do grupo terrorista Estado Islâmico (ISIS) violaram o local. Chamado de Younis, em árabe, o túmulo de Jonas era um local que atraía visitantes e ficava em uma mesquita que levava o seu nome.
Um funcionário do local, Zuhair al-Chalabi, disse durante a nova investida do ISIS contra os cristãos, o local foi destruído. Ele lamentou que os membros do ISIS não respeitaram a tradição muçulmana de reconhecer os profetas antigos e destruíram o túmulo do profeta Younis, tirando dali os seus conteúdos.
Na interpretação extrema da lei islâmica defendida pelo ISIS, que ecoa o Talibã, todas as representações de pessoas e animais são idolatria e proibidas pelo Alcorão.
Além de destruir museus, mesquitas xiitas e túmulos no território sob seu domínio, o Estado Islâmico prometeu erradicar os sítios arqueológicos importantes. A área em torno de Mosul, sede atual do ISIS, abriga 1.791 sítios arqueológicos registrados, incluindo ruínas de quatro capitais do império assírio. A cidade foi local de diversas batalhas bíblicas do Antigo Testamento e, de acordo com a tradição judaica e cristã, foi fundada pelo bisneto de Noé, Nimrode.
Nessa onda de ataques, mais 11 igrejas cristãs foram incendiadas na região de Mosul. Os líderes cristãos no Iraque lembram que muçulmanos e cristãos viveram pacificamente por um longo tempo na região lado a lado, mas temem que a violência atual poderá por fim a quase 2.000 anos de cristianismo no Iraque. Estima-se que os cristãos do Iraque eram 1.5 milhão em 2003 e restaram cerca de 400.000 hoje.
Após terem decretado o ressurgimento do califado e sua cruzada para unir todos os muçulmanos do mundo, o ISIS tem crucificado cristãos rotineiramente, destruído suas igrejas e oferecido recompensas para quem entregar os pastores e missionários que vivem no norte do Iraque.  Com informações Christian Post
Assista:








Jul 13, 2014